Khajuraho: A cidade dos templos do Kama Sutra

Khajuraho: A cidade dos templos do Kama Sutra

A cidade de Krajuraho desperta muita curiosidade dos turistas, estejam eles preparando o roteiro de sua viagem para a Índia, ou já durante sua passagem pelo país.

Depois de preparar cuidadosamente o roteiro você não pode se esquecer de preparar toda a documentação para não ter nenhum tipo de problema durante a viagem.

Para viajar ainda mais tranquilo e aproveitar ao máximo os encantos da Índia vale a pena fazer a simulação de um seguro de viagem e evitar que algo atrapalhe sua experiência, como recomenda Roberta, da empresa Assistente de Viagem.

Descubra um pouco mais sobre a cidade de Khajuraho e por que você, que quer conhecer mais sobre o tantra, precisa incluir esse destino em seu roteiro de viagem para a Índia.

A cidade Khajuraho

Localizada na província de Madhya Pradesh, Khajuraho é uma cidade de clima ameno na maior parte do ano, principalmente entre os meses de março e setembro, e bastante silenciosa, o que pode ser ótimo para quem quer aproveitar o passeio para descansar um pouco.

O acesso para a cidade pode ser feito de várias formas, e muitos turistas optam pelo transporte ferroviário, que atrai muita curiosidade em todo o mundo e acaba sendo mais uma atração até chegar ao seu destino.

Para quem não quer encarar a aventura a bordo dos trens indianos, um voo pode ser uma opção interessante.

O aeroporto mais próximo fica a aproximadamente 5 quilómetros da cidade e recebe voos de cidades como Agra, Varanasi, Mumbai e Nova Delhi.

Já na cidade existem boas alternativas tanto em hotéis quanto nos famosos hostels que atrame bastante viajantes que querem uma experiência mais “real”

Os templos

Quem passa por Krajuraho vai se deparar com obras monumentais construídas entre os anos 950 e 1050 enquanto a dinastia Chandella vivia o seu auge.

Apesar de apenas cerca de 20 templos terem sobrevivido ao declínio da dinastia Chandella, esses seguem de pé e em estado de conservação excelente, o que permite aos visitantes conhecer mais sobre essa cultura tão antiga.

Mesmo com o forte lado espiritual, o que chama muita atenção dos turistas são as esculturas, extremamente detalhadas, que retratam fielmente os hábitos e o dia a dia daquele povo durante esse período de sua história.

Os Chandellas, que teriam sido adeptos do tantra, fizeram questão de promover todos os aspectos que cercavam a vida humana na época, e com essa proposta não poderiam deixar o sexo de fora.

Esses santuários hindus e jainistas compartilham de um desenho básico comum entre eles, sendo formados por uma plataforma elevada, de onde se ergue uma grande torre que serve como referência ao conjunto, também remetendo a montanha de Kailash.

Kama Sutra

Muita gente chama os templos espalhados pela cidade de “templos do Kama Sutra”, mas esse nome é completamente equivocado, pelo simples fato de o livro Kama Sutra ter sido escrito por um povo que vivia em outra região e muito antes da construção dos templos de Krajuraho.

Essa confusão ocorre pela presença das famosas estátuas de homens, mulheres e animais em situações que remetem ao sexo, seja em poses sensuais ou reproduções do ato sexual em si.

Mesmo com toda essa confusão histórica, com certeza vale a visita e a experiência.

Conclusão

Visitar Krajuraho pode ser uma experiência incrível para quem quer aprender mais sobre o tantra e sentir a energia presente nos templos espalhados pela cidade, que fascinam todos que chegam com suas esculturas que retratam o cotidiano do período de ouro da dinastia Chandella, e que ficaram esquecidos durante séculos.

Encontre terapeutas, atividades e espaços de Tantra próximos à você:



Outros artigos interessantes para você

Tantra - A Suprema Compreensão

Como a Terapêutica Tântrica pode ajudar?

O que precisamos entender a respeito da sexualidade

E como beber desta fonte?

Como a terapêutica tântrica pode ajudar?

TODOS

Quer receber conteúdo exclusivo no conforto do seu email?