O poder da autoestima e como elevá-la com dicas simples

O poder da autoestima e como elevá-la com dicas simples
tags: feminino, coaching

A mulher é um ser incrível, por sua essência e suas particularidades. O prazer feminino, por sua vez, é uma incógnita, muito mais difícil de ser decifrado do que o dos homens e a explicação para tudo isso está na mente.

Enquanto o homem é um ser visual, a mulher é atraída pelo olfato, tato, audição... todos os cinco sentidos trabalhando juntos em um objetivo comum. No entanto, é na mente também que se encontra uma barreira pode surgir e levar tudo por água abaixo: a autoestima.

Responsável por uma série de alterações químicas no nosso corpo, a autoestima diz respeito a autopercepção, a forma como a pessoa se valoriza, se respeita, se mostra e se ama.

Consequentemente, tudo isso interfere na forma de se comportar perante aos outros e, principalmente, perante a vida. Não raras vezes, a baixa autoestima prejudica a vida em vários aspectos, inclusive na sexualidade.

Culturalmente a beleza tem um peso maior às mulheres, sempre incumbidas de desfilar uma aparência delicada e impecável, quase sem defeitos. Os padrões mudam ao longo das décadas, mas permanecem aí, ditando regras e oprimindo àqueles que não conseguem segui-las.

Hoje, finalmente, as mulheres têm compreendido que são muito mais do que qualquer padrão a elas imposto. Que são lindas, não importa seu peso, altura, raça, cabelo, nada. Cada mulher é linda a sua maneira, e o que elas têm de diferente é o que as tornam únicas.

O novo modelo de comportamento feminino, que desconstrói padrões e prega a aceitação compreende que antes de amar qualquer pessoa, a mulher deve amar a si mesma. Que deve, ainda que nos seus piores dias, olhar no espelho e dizer: eu sou linda, eu me amo, eu me valorizo, eu me aceito. A partir de que a mulher torna tais atitudes a sua realidade, ela passa a não aceitar nada menos do que ela merece.

E é em busca dessa aceitação que vamos citar alguns passos que vão fortalecer a sua autoestima e tornar a sua vida pessoal, profissional e, por que não, sexual, muito mais agradáveis.

Aceite-se: desenvolva uma postura e visão positivas acerca de si. Sinta-se à vontade com o seu corpo e sua aparência, reconhecendo seus defeitos e exaltando suas qualidades.

Seja autoconfiante: não espere que os outros reforcem suas capacidades e/ou habilidades, faça isso por você mesma. Reconheça suas capacidades e também suas dificuldades.

Não se compare: sua única fonte de comparação deve ser você mesma. Não utilize os outros como parâmetro. Busque, apenas, ser a cada dia a melhor versão de si.

Aceite seus erros: ser uma mulher forte é ser também uma mulher que comete erros, mas que os reconhece e os aceita, e se auto perdoa. Permita-se recomeçar, quando necessário.

Não tenha medo de mudar: mudar os cabelos, entrar na academia, colocar prótese de mamas, nada disso diminui sua aceitação. Se te faz feliz, mude sem medo dos julgamentos.

Cultive relacionamentos saudáveis: relacionamentos tóxicos podem vir da família, dos amigos, dos parceiros, e é totalmente destrutivo para a autoestima de qualquer pessoa. Afasta-se de pessoas de te colocam para baixo, que diminuem suas conquistas.

Estas não são as únicas atitudes que podem ser tomadas quando se der elevar a autoestima, no entanto, é um pontapé inicial para quem deseja viver melhor a vida, seja a dois ou desfrutando da própria companhia.

Encontre terapeutas, atividades e espaços de Tantra próximos à você:



Outros artigos interessantes para você

Como a Terapêutica Tântrica pode ajudar?

Como a Terapêutica Tântrica pode ajudar?

O que é Tantra?

Como a Terapêutica Tântrica pode ajudar?

Como a Terapêutica Tântrica pode ajudar?

Como a Terapêutica Tântrica pode ajudar?

Como a Terapêutica Tântrica pode ajudar?

TODOS

Quer receber conteúdo exclusivo no conforto do seu email?