Orgasmos pós massagem tântrica... e agora?

Orgasmos pós massagem tântrica... e agora?

publicado por

tags: Tantra, Massagem Tântrica, Sexo

Quem experimenta a massagem tântrica pode ter as mais variadas sensações e sentimentos, mas só passando por uma sessão que essa confirmação se revela. 

Grande parte do interesse ainda surge em busca daquele “orgasmão” que cutuca a curiosidade. 

É fato que também há um percentual de homens e mulheres, que numa busca consciente de melhoria de sua saúde física e emocional, alcançam incríveis resultados quando investem na massagem tântrica, como linha terapêutica no âmbito de sua sexualidade - que inevitavelmente, reflete em tudo à sua volta. 

Independentemente das razões que se chega naquele futon, o processo de autoconhecimento é disparado e infalivelmente, algo se move dentro. E quando já, na primeira sessão, o prazer invade, de forma inédita, única, nunca sentida, vivida ou  experimentada, antes?  Ou, ainda, quando aquele “orgasmão” vem, implacável, revolucionando todo o sistema corporal, dentro e fora, vibrando o corpo, as células, a energia percorrendo a pele, veias, couro cabeludo, secando em cima, molhando em baixo e vice-versa, quase um “eu não vou aguentar”...  ? Como se o corpo gritasse: “muito prazer, eu sou o seu orgasmo”!!!! 

E agora??? 

O que está sentido, está conhecido é um caminho sem volta.  Não há como “des-sentir”! Então fica é a vontade de voltar de novo, sentir mais, de continuar e no fundo,  aquela perguntinha, se vou conseguir me sentir assim com alguém? 

Sou terapeuta tântrica e atendo homens e mulheres há quase cinco anos. Tem histórias incríveis, pessoas que passaram uma vida inteira sem conhecer seu corpo, quiçá, suas sensações. Casais de muitos anos e outros recém-casados que estão juntos em completa negação de seu prazer, ou tratam esse assunto com desdém. E, há casos que chamam a atenção.

 Dia desses um jovem casal me procurou. Depois de seis anos casados, com uma bebê de seis meses, a mulher resolveu revelar para o marido que fingia sentir prazer. Ela mesma decretou seu próprio diagnóstico: tinha problemas fisiológicos e era anorgásmica, quer dizer: não sentia  orgasmo. Nem preciso dizer aqui, o quanto ele estava abalado e ela, naquela primeira conversa, falando agitadamente, sobre agendar uma única sessão, quem sabe, para sentir o tal orgasmão, que tanto dizem que a massagem tântrica proporciona. Bem, encurtando esse enredo, ela seguiu o tratamento. E caiu por terra todo seu “achismo”. Agora, sim, sentia-se “mulher”, sentia-se “forte” e tinha nela a “magia do orgasmo”. Na última sessão em que recebeu a alta terapêutica, aparentemente encabulada, fez a fatídica pergunta: “E agora...? Meu marido não sabe me fazer sentir”.

O ser humano é mesmo uma adorável caixinha de surpresas. Quando nasce, simplesmente segue desenvolvendo, percebendo suas necessidades, conquistando o que precisa para manter-se ali, inteiro, nutrido, encaixado no novo mundo. A mulher, quando pela primeira vez se torna mãe, simplesmente continua, aprendendo sobre a maternidade, sobre amor e também sobre frustrações, sobre estar entregue, quando assim for preciso. O indivíduo, quando adquire um terreno, sabe que está lá, que pode virar um empreendimento, ou um adorável espaço pessoal de lazer, ou simplificando ainda mais, quando alguém tira sua carteira de habilitação, feliz da vida, sabe que tudo ficará mais fácil, porque poderá entrar num veículo, ligar o carro, verificar o combustível e prestando atenção no caminho, dirigir-se para onde quer chegar.

 Tudo é expansão, seguir o fluxo, aceitando ora o que é maravilhoso, ora nem tanto assim. Sabendo que há caminho, dentro e fora, para um e também para dois, tudo é uma questão de descobrir para construir.  Agora, é o agora!

O que se manifesta é o que de fato passa a existir. E a responsabilidade de se conhecer para sentir seu potencial orgástico, nada mais é do que a própria permissão, uma conquista, a princípio individual, mas que o meio e o fim tem o alcance do amor. Afinal, salvo engano, foi o médico, psicanalista e cientista natural, Wilhelm Reich quem brilhantemente concluiu:

“O seu orgasmo é a expressão exata de sua consciência”

Prem Moksha (Sirlene)
Terapeuta Tântrica certificada no Curso Avançado de Massagem Tântrica e em todas as modalidades do método Deva Nishok: Sensitive Massagem; Êxtase Total Massagem; Yoni Massagem; Lingam Massagem; G-Spot e P-Spot Massagem, proporcionando estados alterados de percepção e consciência. Especializada em Disfunções Sexuais pela Comunna Metamorfose [...]

Veja o perfil completo

Outros reflexões para você

Te convido a fazer a seguinte prática, me fez um carinho no coração, e eu espero que possa fazer no seu também. Hoje parei um pouco, fechei...
Muitos me perguntam o que é o Tantra e como desenvolvo meu trabalho ... A primeira pergunta é realmente desafiadora pois é impossível...
Por estarmos conectados uns aos outros nas interações sociais, as vezes as energias negativas aparecem e não sabemos sua fonte. No filme...
Problema que atinge 1 em cada 4 brasileiros. A condição se instala a fatores físicos e psicológicos. É considerado uma ejaculação precoce...
Um dos papéis mais importantes de um Renascedor é ensinar as pessoas a completarem um ciclo de energia. Isso significa ensinar as pessoas a...
[ Arte "Orgasmo", de Axel Rodriguez Martinez ] Cada mulher tem seu jeito de atingir o orgasmo. Para umas, basta uma rapidinha. Já para...
Um elemento essencial que faz parte da massagem tântrica é o aprendizado da respiração de forma consciente. Esse é um componente...
Recentemente atendi uma moça que teve pouquíssimas experiências sexuais na vida, apesar de já ter 38 anos. Ela nunca teve prazer nas...
O ato feminino de ejacular denomina-se “squirt”, é expelido pela uretra num momento de prazer. Não são todas as mulheres que já...
Osho, Como o fenômeno humano de se apaixonar pode ser transformado pelas pessoas numa meditação?Esta é a maneira mais fácil. Na...
Decidir experimentar a Terapia Tântrica já é um grande desafio. Afinal, devido a uma gigantesca carga de valores culturais,...
A diferença entre a liberdade de alguém e a autoindulgência, é que eles estão dispostos e corajosos o suficiente para integrar e enfrentar...
Continuando do último artigo aonde falamos profundamente sobre larvas astrais, vamos buscar elucidar o entendimento vibracional dessa...
Afetividade é a relação de carinho ou cuidado que a pessoa tem consigo mesma ou com alguém que lhe seja íntimo ou querido. É um estado...
Você tem amigos? Como está a sua rede de amigos influentes? Que tipo de influência os seus amigos exerceram ou ainda exercem sobre você?...
O contato com o Tantra possibilita uma espécie de sabedoria que não é o saber racional e lógico usual, da forma como o conhecemos. Santo...
O sexo pode ser tão mais leve e divertido quando você entende que não precisa fazer caras e bocas.Quando você não precisa ser "a boa de...
Para os humanos o corpo e seu funcionamento sempre foi algo fascinante, existem muitas teorias para explicar o processo entre vida e morte....
Veja todos

Receba novas reflexões por email...