Massagem tântrica: adepta conta como é a prática terapêutica sexual

Massagem tântrica: adepta conta como é a prática terapêutica sexual

publicado por Regina Navarro Lins

UOL

Quando eu escrevia meu último livro, "Novas Formas de Amar", Pâmela, 37 anos, jornalista, conversou comigo sobre as várias vezes em que foi a um terapeuta tântrico para potencializar sua sexualidade. Eu desejava abordar esse tema no livro, e a conversa foi bastante esclarecedora. Abaixo, alguns trechos.

Regina Navarro Lins: O que você encontrou na massagem tântrica?
Pâmela: Cheguei ao local e era muito acolhedor, bem decorado, ao estilo indiano, parecia um local de yoga. O terapeuta me atendeu, me levou a uma sala e conversou por uns 20 minutos comigo, pra saber se eu estava procurando por alguma questão de anorgasmia (ausência de orgasmo) ou algum bloqueio sexual. Ou se eu estava indo pra potencializar os prazeres que meu próprio corpo podia proporcionar. E era isso que eu queria!

Regina Navarro Lins: O que aconteceu então?
Pâmela: Fui ao banheiro tomar banho e voltei para a sala, me deitei nua num tatame preparado pra que eu recebesse a massagem e fechei os olhos. É importante dizer que o terapeuta permanece vestido e usa luva pra aplicar a massagem íntima. Um mantra tocava enquanto ele começava a "sensitive massagem" e pedia pra eu respirar pela boca: tocava a ponta dos dedos em meu corpo todo (dos pés a cabeça) para estimular a bioeletricidade e despertar a sensibilidade.

Regina Navarro Lins: O que você sentiu?
Pâmela: Depois de quase 40 minutos dele estimulando o corpo todo, eu sentia espasmos nos braços, pernas, barriga, como se fossem pequenos orgasmos: era o corpo respondendo aos estímulos. Depois, ele passou lentamente pra região interna das coxas e foi drenando, estimulando os líquidos hormonais pra região íntima. Por fim, começou massagear meu clitóris, pequenos e grandes lábios e nos primeiros toques, já tive dois orgasmos.

Regina Navarro Lins: A massagem continuou depois dos dois orgasmos?
Pâmela: O prazer já era imenso quando de repente ele encostou um bullet vibratório no meu clitóris. Tive cinco orgasmos múltiplos e eu emitia um som forte e alto totalmente involuntário. Minhas pernas ficaram dormentes, lágrimas involuntárias saiam do meu rosto quente e sentia arrepios pelo corpo. Era um prazer que nunca tinha sentido.

Regina Navarro Lins: Você nunca havia sentido orgasmo tão intenso?
Pâmela: Os orgasmos que tive nas transas da minha vida não se comparavam ao que eu sentia naquele momento. Gargalhei durante os orgasmos, também involuntariamente. Ao final de tanto prazer, a música calma chamava pra meditação e por lá permaneci, sentindo uma paz. Em determinado momento veio um nó na garganta e chorei como se fosse um desabafo. Mas, um choro bom, sem motivos. Como se tivesse colocando algo pra fora.

Regina Navarro Lins: Quanto tempo durou essa sessão?
Pâmela: Acabou a sessão depois de quase 2 horas, tomei meu banho, ganhei um abraço carinhoso do meu terapeuta e fui embora com a certeza que voltaria mais vezes. Não senti receio algum porque o lugar e o terapeuta me inspiraram confiança e respeito. Não tive problema em ficar nua porque já tenho uma cabeça aberta a respeito. Inclusive, acho que todas as pessoas que se lançarem a essa gostosa aventura, devem ter cabeça aberta porque afinal, é seu corpo nu que se entrega na mão de um terapeuta.

Veja a matéria completa na página original (UOL)




Outros reflexões para você

Quando vemos uma pessoa com depressão uma das primeiras coisas percebida é a forma como essa se isola. Não podemos confundir uma pessoa...
Chamada de “dispareunia”, a dor que ocorre durante as relações sexuais pode representar para as mulheres um empecilho maior à satisfação...
Com a Revolução Industrial surgiram ideias como “Tempo é dinheiro”, “Não podemos perder tempo”, “Ficar sem produzir algo que gere dinheiro...
Desde bebês começamos a aprender que determinadas atitudes geram aprovação e outras geram reprovação. E na busca por sermos amados, vamos...
Eu fiz uma breve leitura pelo Google e me deparei com algumas matérias, em sua maioria as mulheres relatam que preferem pênis maiores, mas...
Ter consciência corporal significa reconhecer os sinais que o corpo emite.Nesse sentido, podemos perceber sinais físicos de que o nosso...
Muita gente estranha esse nome. Me perguntam se sou estrangeira. Acham esquisito e difícil de pronunciar. Deva Harischandra é o meu...
É uma técnica criada e desenvolvida pelo alemão Berth Hellinger(psicólogo) em 1992. Tem como objetivo trazer questões do inconsciente para...
“Nossa! Não tem nem vergonha na cara!”, a essa expressão tão corriqueira entre nós, eu digo: “Quem me dera... É um objetivo pra mim! Quero...
A pele é o maior órgão do corpo. Através dela, podemos ter a experiência do tato, um dos incríveis 5 sentidos. Curiosamente, vivemos numa...
Na minha caminhada como terapeuta, tenho visto como ego e poder andam lado a lado. É uma linha muito tênue que separa ambas. Tão tênue que...
Você merece o melhor. Mostre à vida como você merece ser tratado. Cuide-se, ame-se, se nutra da sua própria energia, permita-se ser e...
Texto de caráter informativo: Peyronie é uma doença que atinge somente o público masculino, em um número pequeno, e é uma variação na...
Aromaterapia é uma técnica terapêutica natural que trabalha com os óleos essenciais ,substâncias aromáticas naturais. A aromaterapia pode...
Fiz esse texto para falar sobre traições amorosas, onde muitas vezes relacionamentos chegam ao fim, e tem aqueles que tudo suportam e...
Bem-vindos ao ano do Sol! Nosso astro regente desse ano nos surpreendeu com alguns acontecimentos que, sinceramente, quem não esperava uma...
O início de uma trajetória é sempre caracterizado por um único passo. É ele que desencadeia uma série de outros, responsáveis por colocar...
A Comunna pra mim é um portal vivo de despertar da consciência, que se manifesta não só naquele espaço físico, maravilhoso por sinal, mas...
Veja todos

Receba novas reflexões por email...