Aromaterapia

A aromaterapia é uma prática terapêutica que utiliza óleos essenciais de plantas para melhorar o bem-estar físico e emocional. Porém você sabe de onde essa prática surgiu? Vamos descobrir juntos!

"A aromaterapia é o estudo dos aromas e suas propriedades terapêuticas"

Os primeiros registros de uso de óleos essenciais e aromas vindos de plantas para fins terapêuticos remontam às antigas civilizações da China, Índia, Egito e Mesopotâmia. As propriedades curativas dessas plantas aromáticas eram usadas de várias maneiras, como em rituais religiosos, para a cura de doenças e para melhorar o bem-estar geral.

Na Era Moderna, a aromaterapia começou a ganhar forma como a conhecemos hoje na França nos anos 1930, quando o químico René-Maurice Gattefossé começou a estudar os benefícios dos óleos essenciais após um acidente em seu laboratório. Ele queimou a mão e usou óleo essencial de lavanda para tratar a queimadura, ficando impressionado com a rapidez da cura e a ausência de cicatrizes.

"A palavra 'aromaterapia' foi cunhada por Gattefossé em 1937 em seu livro 'Aromathérapie: Les Huiles Essentielles Hormones Végétales'

Desde então, a prática da aromaterapia cresceu e se desenvolveu, sendo agora uma disciplina reconhecida mundialmente com inúmeros benefícios para a saúde e o bem-estar.

Quais são os principais aromas utilizados na aromaterapia?

Na aromaterapia, existem diversos aromas utilizados para promover o bem-estar e o equilíbrio do corpo e da mente. Alguns dos principais aromas utilizados são:

Lavanda: conhecida por suas propriedades relaxantes e calmantes, a lavanda é amplamente utilizada na aromaterapia para aliviar o estresse e a ansiedade.

Hortelã-pimenta: com seu aroma refrescante e revigorante, a hortelã-pimenta é utilizada para estimular a mente e aliviar dores de cabeça e enxaquecas.

Laranja: o aroma cítrico da laranja é conhecido por promover a sensação de alegria e energia, além de auxiliar na redução da ansiedade e do estresse.

Eucalipto: com seu aroma fresco e mentolado, o eucalipto é utilizado na aromaterapia para aliviar problemas respiratórios, como congestão nasal e tosse.

Alecrim: conhecido por suas propriedades estimulantes e revigorantes, o alecrim é utilizado para melhorar a concentração e aliviar a fadiga mental.

Sândalo: esse aroma amadeirado é conhecido por suas propriedades relaxantes e afrodisíacas. É utilizado para promover a meditação, aliviar o estresse e melhorar a libido.

É importante ressaltar que a aromaterapia não substitui os cuidados médicos tradicionais, mas pode ser usada como um complemento para promover o bem-estar geral. Antes de utilizar óleos essenciais, é recomendado buscar orientação de um profissional qualificado, pois alguns óleos podem causar reações alérgicas ou interagir com medicamentos. Com o devido conhecimento e orientação, a aromaterapia pode ser uma poderosa aliada na busca por uma vida mais saudável e equilibrada.

Profissionais que trabalham com Aromaterapia

Anand Soma

Anand Soma

Array


Depoimentos