Uma reflexão sobre violência

Uma reflexão sobre violência

publicado por

A gente vai vivendo e naturalizando coisas que não são naturais. Muitas vezes já não conseguimos perceber o quanto há de violência ao nosso redor, no nosso dia a dia, nas nossas ações...

Acabamos por acreditar que a violência está somente no assassinato, nas brigas, nos roubos, nas torturas, etc.

E não percebemos o quanto há de violência em nossas palavras sobre outras pessoas, seja nos julgamentos, comentários maldosos, reclamações, ou quando nos achamos no direito de chamar a atenção do outro com uma soberba cruel, como se não fôssemos também passíveis de erros.

A violência está na criação e educação das crianças. Nas comparações, nas críticas impiedosas, na falta de atenção, nas ofensas, na castração de sua inocência, na repressão de sua espontaneidade, no silêncio que se impõe a elas, na ridicularização, nas mentiras que se conta.

A violência está no nosso consumo desenfreado, no total descaso com a vida e com o cuidado com os recursos naturais, na toxidade que se joga na terra, na extração visando somente o lucro. Está na nossa arquitetura, em diversos aspectos da nossa cultura de maneira geral. Está na economia, na desigualdade gritante de distribuição de renda, na exploração e alienação do trabalhador.

Está na corrupção do dia a dia, no abuso de poder, na comunicação de forma estúpida, na falta de paciência, tolerância e empatia. Na não aceitação de si mesmo.

Está no machismo, que faz mal a todos. Na educação sexual deturpada e repressora. Na cobrança por padrões, que geram tantas violências, inclusive das pessoas com o seu próprio corpo, com o seu próprio ser, fazendo com que não se aceitem e violentem-se diariamente sentindo-se feias, não inteligentes, incapazes, insuficientes, sem amor próprio, sem energia, sem vontade de viver.

Está na quantidade de lixo que produzimos, na falta de consciência de que não existe “jogar fora”.

Está no trabalho que não gostamos, mas suportamos. Morremos um pouco a cada dia por mantê-lo, não enxergando as inúmeras possibilidades que possuímos, ou não acreditando que podemos escolher outras coisas.

Está no desrespeito aos seres de uma maneira geral. É tão introjetado como natural, que nem percebemos, por acreditarmos que somos superiores a eles.

Está no trânsito, quando julgo os outros porque considero que dirijo muito melhor, reclamo e xingo o tempo todo, mesmo que só pra eu ouvir...

Há inúmeras outras violências presentes no nosso cotidiano e que não são vistas como tal porque já nos anestesiamos a elas e acostumamos. Tenho certeza que você consegue perceber muitas outras não citadas aqui.

Que a gente consiga não só refletir sobre o assunto, mas criar alternativas pra viver de forma cada vez menos violenta uns com os outros e com a natureza. Afinal, somos um grande organismo vivo e se faço mal a qualquer ser, faço mal a mim mesma. Que essa consciência se torne tão natural quanto nos é hoje a violência.


Deva Harischandra Jéssica
Sou terapeuta tântrica, trabalho tocando o corpo e a alma das pessoas. Acredito no trabalho de desenvolvimento do ser humano em sua integralidade com o método Deva Nishok. É um trabalho que transforma vidas.Trabalho com a massagem tântrica, nas seguintes modalidades: * Sensitive Massagem* Êxtase [...]

Veja o perfil completo




Outras reflexões

É uma inimiga que muitas vezes passa despercebida, acomete mulheres e leva há várias complicações se não for tratada. Alguns artigos que li...
"Que tudo nessa VIDA seja feito com PRAZER, por mais que digam que não, pois só depende de nós..."Aqui estão algumas conexões possíveis...
“Os hormônios são anatomia líquida, são derramamentos que convertem crianças em adultos.”...
Independente se você dirige seu próprio negócio ou tem seu emprego, você pode sentir que está perdendo de vista seus objetivos e motivação....
Arte de Jana Brike Uma das perguntas mais freqüentes que eu recebo é: “Como faço para ter orgasmos?” e um dia destes, no final de um...
A sexualidade deve ser entendida como processo natural do ser humano, fonte de prazer, de bem-estar físico e psicológico. É uma forma de...
Processos terapeuticos tântricosNo começo, anos atrás... eu sempre achava um desafio falar a respeito da massagem tântrica, eis um tipo de...
Vivemos sempre em dualidade: Bem e mal, luz e sombra ,frio e calor. Apesar do aparente contraste entre essas polaridades, olhando mais...
Veja todos

Eventos com data marcada

maio 2024 São Paulo (Capital) SP
maio 2024 Santos SP
maio 2024 Guarujá SP
  • 24 a 26 maio 2024
  • Solteiros e casais
  • sexta 8h a domingo 18h
  • Perfil de Verônica AnandaAnanda Saiba +
maio 2024 Itapeva MG
  • 25 a 26 maio 2024
  • Exclusivo para Mulheres
  • Comunna
  • sábado 9h a domingo 15h
  • Perfil de Surya SangeetaSangeeta Saiba +
maio 2024 Itapeva MG
  • 30 mai a 2 junho 2024
  • Comunna
  • quinta 16h a domingo 16h
  • Perfil de Deva NishokNishok Saiba +
junho 2024 Itapeva MG
junho 2024 Caxias do Sul RS
  • 8 a 9 junho 2024
  • Espaço Gaya
  • sábado 8h a domingo 19h
  • Perfil de Prem Gaya (Melissa Bittencourt)Gaya Saiba +
junho 2024 Itapeva MG
junho 2024 Caxias do Sul RS
  • 15 a 16 junho 2024
  • Espaço Gaya
  • sábado 8h a domingo 18h
  • Perfil de Prem Gaya (Melissa Bittencourt)Gaya Saiba +
junho 2024 Garopaba SC
junho 2024 Brasilia DF
junho 2024 Itapeva MG
julho 2024 São Paulo (Capital) SP
  • 1 jul a 14 agosto 2024
  • segunda 18h a quarta-feira 20h
  • Perfil de Nana TantraNana Saiba +
julho 2024 Itapeva MG
julho 2024 Itapeva MG
julho 2024 Vila Mariana SP
julho 2024 Itapeva MG
agosto 2024 Itapeva MG
agosto 2024 São Paulo (Capital) SP
agosto 2024 São Paulo (Capital) SP
agosto 2024 Itapeva MG
agosto 2024 Itapeva MG
setembro 2024 São Paulo (Capital) SP
  • 4 a 25 setembro 2024
  • Spaco TantraNana
  • quarta 19h a quarta-feira 22h30
  • Perfil de Nana TantraNana Saiba +
setembro 2024 São Paulo (Capital) SP
setembro 2024 Itapeva MG
setembro 2024 Itapeva MG
  • 27 a 29 setembro 2024
  • Turma Extensiva - Módulo 3
  • Comunna
  • sexta 19h a domingo 15h30
  • Perfil de Surya SangeetaSangeeta Perfil de Deva NishokNishok Saiba +
outubro 2024 Itapeva MG
outubro 2024 São Paulo (Capital) SP
outubro 2024 Itapeva MG
outubro 2024 Itapeva MG
novembro 2024 Itapeva MG
novembro 2024 Itapeva MG
  • 14 a 17 novembro 2024
  • Comunna
  • quinta 17h a domingo 15h
  • Perfil de Deva NishokNishok Saiba +
dezembro 2024 Itapeva MG
dezembro 2024 Itapeva MG