A pandemia e a energia sexual: uma oportunidade de despertar

A pandemia e a energia sexual: uma oportunidade de despertar

publicado por Sasha Cali

Estamos todos, ou quase todos, em quarentena, num processo de reclusão social e interiorização, ou pelo menos deveríamos estar, certo? E sua energia vital/sexual como anda nesse período?

Toda crise traz consigo uma oportunidade e todo “sombra” a capacidade de se ter luz primordial mais forte, afinal, os olhos estão acostumados com escuridão e qualquer fagulha de clarão é algo bastante visível, quase que palpável. Nestes últimos dias tenho visto muitas manifestações de um povo diverso, afinal o que nos une através e além do inconsciente coletivo é a capacidade de sermos humanos. Será?

Somos uma espécie que traz consigo todos os demais reinos evolutivos da natureza. O reino mineral, representado pelos ossos e minerais que correm em nossas veias, trazendo os aspectos do elemento terra, quando a terra recebe a água dando energia a este elemento fixo, cria o reino vegetal que representa nosso sistema nervoso e nossa vitalidade, a força da combustão que traz em si a consciência do astral representada pelo dínamo do movimento e do reino animal, projetado no humano como o sistema circulatório e por último, não menos importante, o elemento ar, representado pelo oxigênio, o Chi universal, o maná caído do céu, maná que em sânscrito traduz-se a mente. E de forma distinta do animal que, quando respira alimenta sua inteligência instintiva de sobrevivência, o ser humano respirando (de fato respirando, sem a sobrevivência do instinto animal) ganha a consciência espiritual potencializando sua capacidade de sintonia com o universo e consequentemente com essa mente coletiva ao qual cada um de nós faz parte.

E o porquê disso Sasha? Bem, estamos numa fase planetária onde a nossa consciência está sendo exigida como humanidade, como uma grande célula, desde o pensamento individual como na malha coletiva ao qual você faz parte. Venho percebendo que questões políticas, sociais, geográficas, religiosas, das crenças e até mesmo a que abraça a área em que atuo, está gerando um certo ruído no momento em que deveria (deveria?) gerar maior união e compreensão, ou ao mínimo uma mente mais questionadora (e coletiva) de tudo que está sendo retratado e falado (e sentido) por aí.

Eu nunca me envolvi muito com aspectos religiosos (o que não me coloca contra nenhuma manifestação) e muito menos política, porém muitos dos discursos “gratiluz” me geraram um ruído interno. Sim, estou meditando e fazendo meu trabalho para não vibrar no medo e muito menos em escassez nesse momento tão importante para o planeta inteiro.

Mas algo tem me cobrado a tal consciência (ainda mais). Consciência essa que faz parte do Tantra que é onde atuo e tanto amo e acredito, afinal de contas, foi o caminho que me salvou (um dia conto melhor essa estória).

Mas muitos dos discursos que tenho presenciado, seja por amigos em mensagens, familiares ou mesmo discursos políticos através de grupos diversos, estão sendo usados para desmobilizar as pessoas, fazendo elas acreditarem que esse movimento em torno do mundo não exista de fato ou que seja uma suposta teoria da conspiração. Porém sinto que muitas das mensagens e textos ou discursos, podem ser tingidas de expectativas de quem os passa ou repassa, não havendo uma isenção total do que se propaga ou do que se fala, afinal de contas não somos mecânicos certo? Temos pessoas queridas e familiares, temos vidas particulares e coletivas, pessoas que realmente amamos envolvidas nesse mesmo momento que eu, que você!

Uma das coisas que mais me pesou foi tentar não ter certos “olhares” para a situação, e não digo de julgamentos e achismos, mas de olhares que estão sendo exigidos e muito, como um olhar político sobre os ocorridos e as decisões tomadas, afinal de contas são elas que serão definitivas se estaremos bem daqui uns meses ou não, e isso está longe de assumir algum partidarismo, são apenas olhares sobre os líderes frente aos ocorridos, frente a nós como coletividade, e também deixar de abraçar apenas o “holismo” na forma de ver os acontecimentos, vibrando luz, amor e cura, que aliás, eu adoro e acredito muito que dá certo sim, porém, é apenas uma parte dessas formas de visão, e talvez a menos crítica, ela parte muito de um princípio de fé e bastante trabalho interior.

E porque estou dizendo tudo isso? Porque o TANTRA é justamente esse movimento de consciência. É quando você consome tanta informação quanto necessário para que elas deixem de ser uma intervenção externa e conteúdo, algo que é trazido de fora para dentro e desperte um amadurecimento em que, de dentro para fora surja a consciência ativa, respirar nos temas, nos acontecimentos, nas partes que lhe compõe de forma individual e coletiva.

Costumo dizer que o TANTRA nada mais é que um arsenal comportamental. Como você lida com o lixo que consome e como você se alimenta? Como respira? Isso diz respeito a como lida com os aspectos mais sombrios e descartáveis do ser humano, como lida com o que “engole” dia após dia e como você usa a consciência para responder a qualquer tipo de intervenção externa e que lhe forneça uma resposta sobre suas emoções. Como lida com seu desejo? O lado primitivo que nos faz instintivamente responder como um animal ao impulso sobre algo. Como você lida com o que está ocorrendo agora?

Eu, numa maior sintonia com minha energia sexual que posso possuir até o momento do agora, prefiro respirar na introspecção que é o que está me sendo exigido e na limpeza de muitos aspectos, para acompanhar o corpo da Terra nessa manutenção de “ares”, sintonizada e sincronizada como posso e entendo até este momento, sendo que é isso que o Tantra me trouxe, além de fluidez, consciência, que para como humana, na minha atual condição, eu posso evoluir com o corpo planetário. Que para com o Tantra eu continue caminhando em direção ao que me é exigido como indivíduo e coletivo, sem gerar separatismo ou mais dualidades, afinal nunca seremos iguais e isso é o que torna esse universo lindo e colorido, mas que não necessariamente me precisa fazer entrar em guerra com os que pensam e sente diferente de mim.

Que dessas diferenças surjam apenas conversas amigáveis entre nações, entre possíveis amigos que me trazem aspectos diferentes do que abrigo e que talvez nem saiba. Afinal, foi com o caminho que eu trilho hoje, que entendi que cada um é um pouco de mim, que cada energia sexual é minha, e que eu sou (o) todo(s).

E isso está me levando a grandes transformações, a uma enorme metamorfose e um enriquecimento da minha própria energia comportamental e sem negar nada, absorvendo e acolhendo tudo assim como o Tantra. Boa jornada irmãos. E fico à disposição se precisar de ajuda para passar por esta situação.

Sasha Cali
Terapeuta Tântrica Corporal, formada em todas as modalidades do Método Deva Nishok, iniciada no ISTA - SSSEX Level I (Spiritual Sexual Shamanic Experience), Terapêuta Quântica formada em Processos de Access Consciousness (Barras Access & Facelift) e Meditações com aplicações de Tons Pineais. Mestre Reikiana, Mentora [...]

Veja o perfil completo

Outros artigos interessantes para você

A Terapia Tântrica promove uma ressignificação da sexualidade de quem a busca. Como terapia corporal auxilia no processo de reeducação...
Para muitos homens, o incremento da relação com um vibrador ainda é um tabu. "mas eu consigo fazer ela gozar sem usar um vibrador" "ela vai...
Uma vez eu li em um livro que tratava de cura pélvica feminina que existem determinados traumas que somente um homem poderia curar numa...
Sabemos aqui que muitas mulheres não conseguem chegar ao orgasmo e muitas delas, sequer sabem o que é orgasmo, sempre pinta essa dúvida ,...
Considerada sagrada em diversas manifestações humanas sobre representação de fé e do sagrado, a água que é um dos quatro elementos que...
Inegável afirmar que não somos seres cíclicos e não seguimos os movimentos de um calendário lunar, solar, semana após semana, mês após mês,...
Os Tantras são um apanhado de antigas escrituras consideradas sagradas por grande parte da humanidade, em sua maioria habitantes do...
Todos nós temos a capacidade de lutar por nossos ideais, de buscar o que desejamos e necessitamos, assegurando nossa sobrevivência e também...
Processos terapeuticos tântricosNo começo, anos atrás... eu sempre achava um desafio falar a respeito da massagem tântrica, eis um tipo de...
Salve, Thiago de novo trazendo reflexões sobre o universo das Práticas de Intimidade Consciente para homens. As antigas escrituras...
Decidir experimentar a Terapia Tântrica já é um grande desafio. Afinal, devido a uma gigantesca carga de valores culturais,...
[ arte por Leonid Afremov "Moments of Pleasure" ] A herança da criação patriarcal repressora e religiosa faz muitas mulheres não se...
Veja todos

Quer receber as newsletters por email?