Diálogos Íntimos: O Terapeuta e o Paciente:

Diálogos Íntimos: O Terapeuta e o Paciente:

publicado por

A mitologia consegue comportar e corresponde a diversos arquétipos que são muito típicos até os dias de hoje. E existe uma lenda que explica o surgimento de Quiron, o curador feriado, um dos arquétipos que ao meu ver, representa o movimento de todos os terapeutas que acolhem e tratam seus “pacientes”.

“Conta a lenda que Cronos se viu atraído fortemente pela bela Filira e, para tê-la, precisou se transformar em um cavalo para fugir da desconfiança de sua mulher, a deusa Réia. Da união desse amor proibido nasceu um menino, metade homem, metade cavalo.

Inconformada em ter gerado um Centauro, a mãe rejeitou o filho, pedindo aos deuses que a transformassem em uma árvore. Os deuses, sensibilizados com o pedido, escolheram transformá-la em uma Tília, uma árvore sagrada com poderes mágicos que protegiam os guerreiros.

Quando Cronos soube, preocupado com os lenhadores, resolveu protege-la fazendo com que ela exalasse para todo sempre um agradável e inebriante perfume durante a primavera.

Os Centauros costumavam ser violentos, por isso Cronos, que amava o filho, decidiu mudar esse destino dando-lhe suas virtudes de deus do tempo.

Quiron herdou do pai a sabedoria, os conhecimentos de magia, astronomia e o dom de prever o futuro. Além disso, era conhecedor das artes e da música. O menino foi entregue ao Deus Apolo e à deusa Artêmis para ser educado e, por sua sabedoria, virtudes e grande espiritualidade, foi eleito como rei dos centauros, recebendo a missão de educar os jovens para o respeito às leis divinas.

Certa vez, quando seu amigo Hércules matou o monstro Hidra de Lerna com cabeças envenenadas, acidentalmente o feriu na coxa com uma das flechas saturadas de sangue do monstro. Quiron, embora imortal, não conseguia curar a si mesmo, ficando condenado a viver em sofrimento.

Ferido e com um ponto sensível e que doía ao ser tocado, reconheceu que possuía uma VULNERABILIDADE. Os ferimentos de Quiron o transformaram no CURADOR FERIDO, aquele que, por meio de sua própria dor, é capaz de compreender a dor dos outros.”

Gilberto Godoy

Quiron foi rejeitado pela mãe, logo transformado naquilo que não era, retoma sua forma e é atingido por uma flexão ao qual jamais poderia se curar. Suas dores o transformaram num homem sábio, cuja consciência era aliada à sua parte animal, que passou a ser sua parte mais sensível. Todos os centauros eram violentos, mas Quiron recebeu de seu pai a sabedoria do tempo, transformando seus dons em conhecimento.

Quiron representa a parte ferida de cada um de nós e é o arquétipo que representa os terapeutas, cuja através de suas próprias dores, deficiências, debilidades, limitações e/ou problema se torna empático e benevolente a dor dos que o cercam, pois entende cada dor com compaixão e acolhe cada uma com amor.

O termo Curador Ferido vem pelo psicólogo Carl Jung, ao cunho de que o terapeuta é compelido a tratar seus pacientes porque ele mesmo está sangrando e ferido pela fragilidade de suas próprias dores.

Muitas pesquisas tem mostrado que a maior parte dos conselheiros, terapeutas e psicoterapeutas experimentaram uma ou mais experiências de feridas internas que os levaram à sua escolha de carreira, mesmo que de forma inconsciente.

No Tantra chamamos os nossos pacientes de interagentes. E sabe por quê? Porque ocorre no Tantra sempre uma interação, uma complexa rede de troca de energia e que vai além do diálogo ou mesmo da partilha de estórias e marcos de uma vida a ser revista. Ela vai nas entrelinhas da energia sutil, ela compartilha uma troca do início ao fim, da conversa aos toques com intervenção direta para atuação do seu campo de vibração.

Nessa troca do curador feriado com o interagente tem-se em vista ou pelo menos assim se espera, que como Quiron, o terapeuta tenha consciência de suas próprias feridas pessoais e que elas podem ser ativadas em certas situações. Especialmente as que são muito similares às suas próprias.

O terapeuta consciente ou não das próprias dores transmite esta consciência para seu interagente, causando um relacionamento inconsciente entre terapeuta e interagente durante as sessões e no próprio acompanhamento do processo, onde as feridas tratadas afetam as feridas do próprio terapeuta.

Assim como Quiron, todo conselheiro que permeia esse espaço de cura, sabe que, como disse Rumi, que é através de sua ferida que a luz entra, especialmente terapeutas Tântricos, que lidam com consciência através de sua parte mais primitiva e instintiva que é o corpo, podendo alcançar uma divina consciência através do aprimoramento dos filtros de construção do psiquismo, que são seus próprios sentidos.


Sasha - TANTRA TERRA
Terapeuta Tântrica Corporal, formada em todas as modalidades do Método Deva Nishok, iniciada no ISTA - SSSEX Level I (Spiritual Sexual Shamanic Experience), Terapêuta Quântica formada em Processos de Access Consciousness (Barras Access & Facelift) e Meditações com aplicações de Tons Pineais. Mestre Reikiana, Mentora [...]

Veja o perfil completo

Outras reflexões para você

Hoje, irei contar um pouco da minha historia e como tudo mudou através de um toque. Sempre busquei uma resposta para o meu jeito de ser....
O vaginismo é uma disfunção sexual que gera dor na hora da relação sexual. Trata-se de um problema que afeta em torno de 5% da população...
Chamada de “dispareunia”, a dor que ocorre durante as relações sexuais pode representar para as mulheres um empecilho maior à satisfação...
Você conhece algumas das posições tântricas mais propícias para o prazer feminino? Dentro de um relacionamento de longo prazo, o sexo...
A intimidade tântrica tem o potencial de nos conectar completamente. Abaixamos nossa guarda e permitimos que todos o nosso eu flua para...
Chamada de parafilia (preferência sexual fora da normalidade), a podolatria pode ser definida como uma atração nos pés, como se os pés...
A massagem erótica tem sido cada vez mais procurada - conforme números do próprio Google nos revelam. E essa demanda abre espaço para uma...
Durante a pandemia, muitos casais perceberam que a relação começou ou já estava "fria". A ideia de abrir uma relação inicialmente nasce a...
A todo momento estamos morrendo e renascendo. A onda alcança a praia e se transforma em mar. Todo dia um novo amanhecer e um novo...
Quando se trata de energia sexual, é fácil ficar confuso e mal orientado, se não tivermos o conhecimento correto. Há muitas pessoas se...
“Escute os sons da natureza e da mesma forma escute as pessoas. Escute sem impor coisa alguma ao que você está escutando – não julgue, pois...
Digo, SENTIR MESMO!Em qualquer lugar, a qualquer momento.Sentir, escutar, perceber.Geralmente só prestamos atenção quando ele reclama....
Antes de falar sobre gestação e os benefícios que a Terapêutica Tântrica pode proporcionar, quero chamar atenção para os benefícios que a...
Todos somos pessoas, e pessoas são livres, no entanto, devido a nossa carga cultural, ancestral e a questões emocionais não trabalhadas,...
Depois que me separei, minha vida não foi fácil, mas sempre trabalhei com minha filha do lado. Trabalha duro, para dar conta do recado,...
Você tem amigos? Como está a sua rede de amigos influentes? Que tipo de influência os seus amigos exerceram ou ainda exercem sobre você?...
Os Kama marmas são zonas erógenas do corpo, sendo não tão obvias quanto às que geralmente conhecemos, e que acessadas através de estímulos...
Praticado pelas mulheres, o banho de assento tem como objetivo aliviar sintomas de doenças que afetam a região genital. É uma terapia como...
A pele é o maior órgão que nós temos e esbanja potencial. Você busca explorar esse potencial? Através da pele podemos nos conectar com o...
Veja todos

Receba novas reflexões por email...