Quantas coisas a gente faz pela necessidade de ser reconhecido(a)?

Quantas coisas a gente faz pela necessidade de ser reconhecido(a)?

publicado por

Desde bebês começamos a aprender que determinadas atitudes geram aprovação e outras geram reprovação. E na busca por sermos amados, vamos nos condicionando a fazer o que acreditamos que nos trará reconhecimento por parte daquelas pessoas das quais julgamos importante a opinião.

A gente se mata a vida inteira para fazer coisas na expectativa de nos sentirmos amados, reconhecidos e pertencentes.

Cabe a reflexão de olharmos pra dentro, acessarmos nossa essência e repensarmos se vale a pena tanto esforço e gasto energético.

Preocupar-se com a opinião alheia ou fazer o que transborda o coração?

Seguir os conceitos de certo e errado da sociedade em que nascemos ou se permitir conhecer e viver a própria verdade?

Fazer escolhas e ser responsável por vivê-las ou atender às expectativas que depositaram na gente?

Ser livre ou se deixar levar pela programação?

Levar a vida conforme a cartilha social ou experimentar?

Voar ou ceder à repressão?

A vida é muito vasta e abundante para nos podarmos, castrarmos e reprimirmos. Nos oferece infinitas possibilidades de escolha diariamente. Pecado é se privar da vida. Deixemos as repressões para quem as impõe. Sejamos o que somos, com acolhimento, amorosidade, verdade, inteireza, honestidade, aceitação e busca por autoconhecimento e crescimento pessoal.

O desenvolvimento de cada um de nós passa em primeiro lugar passa pelo autoconhecimento e pelo autoamor, e se não saímos da engrenagem social, jamais nos conhecemos, jamais pensamos por nós mesmos, jamais ouvimos nossa verdade interna.

Por mais amor e liberdade, por mais carinho na alma e olhares amorosos, por mais terrenos férteis para deixar fluir a espontaneidade, para expandir a consciência, para fazer as conexões que de fato nos importam.

Que cada um de nós possa ser independente e inteiro em todos os sentidos para vivermos da forma que escolhermos. Que estejamos plenos de nós mesmos, transbordantes de amor próprio, para que possamos olhar os outros também com compassividade e compreensão. Um olhar acolhedor e não um olhar que julga como nos acostumamos a sermos olhados ao longo da vida.

É lindo perceber o quanto evoluímos nesse sentido nos últimos anos. Há muito o que se aprender e crescer ainda, é verdade. Mas temos dado grandes passos para uma vida mais digna em todos os sentidos. Muitos preconceitos têm sido revistos, discutidos e resinificados. O amor é o caminho, eu acredito.

Que a gente possa se observar e perceber com atenção e carinho, e conscientemente diferenciar o que de fato representa as nossas vontades e escolhas, e o que nos foi ensinado e nada tem a ver com a gente. Que tenhamos discernimento e sejamos verdadeiros com o nosso infinito particular.

Uma linda, livre, abundante e transbordante vida pra você!


Deva Harischandra Jéssica
Sou terapeuta tântrica, trabalho tocando o corpo e a alma das pessoas. Acredito no trabalho de desenvolvimento do ser humano em sua integralidade com o método Deva Nishok. É um trabalho que transforma vidas.Trabalho com a massagem tântrica, nas seguintes modalidades:* Sensitive Massagem * Êxtase [...]

Veja o perfil completo

Outras reflexões para você

Sem dúvida o tempo ameniza o sofrimento de um término de relacionamento. As coisas vão ficando mais distantes, as memórias mais apagadas e...
Sempre nos preocupamos com os outros, o que as pessoas podem pensar de algum modo como você age, sempre nos limitamos e com essas...
A libido feminina pode sofrer alterações naturais ao longo da vida, periodicamente, com altos e baixos. Porém, os casos de baixa libido...
Antes de tudo, sejamos sinceros; qualquer tipo de orgasmo é uma experiência incrível, que nos proporciona sensações extraordinárias e nos...
O desenvolvimento por meio do Tantra nos torna capazes de sentir e perceber nosso corpo como nunca havíamos antes.A correria do dia-a-dia...
Chamada de “dispareunia”, a dor que ocorre durante as relações sexuais pode representar para as mulheres um empecilho maior à satisfação...
É considerada uma disfunção sexual, quando a mulher não consegue ter orgasmos de nenhuma forma. Nem mesmo quanto tem conexão com o(a)...
Eu desejo que você tenha consciência que é a pessoa mais importante da sua vida e que saiba que é amor por essência. Que cabe a cada um de...
A raiva é uma emoção expressiva, sua direção é para o exterior do organismo. Quando a pessoa reprime esse sentimento, ela impede o fluxo...
O ocidente nos condicionou a acreditar que a nossa nossa alma não é imortal, que junto à morte tudo acaba, mas se o nosso propósito é a...
O que é?É uma oportunidade linda de aprender uma técnica capaz de proporcionar consciência corporal e energética, altíssimos níveis de...
Vamos conversar um pouco sobre orgasmos? O que vem na sua cabeça quando ouve essa palavra? Tenho certeza que vem cenas na sua cabeça!...
Exercitar os músculos do seu corpo é muito importante para manter uma vida saudável e ativa. E não, não estamos falando dos bíceps, tríceps...
Nas páginas 19 e 20 do livro Aprendendo a silenciar a mente, o Osho diz: “O que é a meditação? É uma técnica que pode ser praticada? É um...
Bem-vindos ao ano do Sol! Nosso astro regente desse ano nos surpreendeu com alguns acontecimentos que, sinceramente, quem não esperava uma...
O cheiro atrai? O olfato tem um papel central no que tange a sexualidade e sua manifestação. O corpo da mulher e do homem exalam tipos de...
Termo muitas vezes utilizado para classificar uma mulher que está ranzinza, de mal com a vida, triste, estressada, chateada, distribuindo...
Como você tem iniciado os seus dias? Chateado(a) porque teve poucas horas pra dormir? Acorda cansado(a) e sem vontade de se levantar e...
Veja todos

Receba novas reflexões por email...