Quantas coisas a gente faz pela necessidade de ser reconhecido(a)?

Quantas coisas a gente faz pela necessidade de ser reconhecido(a)?

publicado por Deva Harischandra Jéssica

Desde bebês começamos a aprender que determinadas atitudes geram aprovação e outras geram reprovação. E na busca por sermos amados, vamos nos condicionando a fazer o que acreditamos que nos trará reconhecimento por parte daquelas pessoas das quais julgamos importante a opinião.

A gente se mata a vida inteira para fazer coisas na expectativa de nos sentirmos amados, reconhecidos e pertencentes.

Cabe a reflexão de olharmos pra dentro, acessarmos nossa essência e repensarmos se vale a pena tanto esforço e gasto energético.

Preocupar-se com a opinião alheia ou fazer o que transborda o coração?

Seguir os conceitos de certo e errado da sociedade em que nascemos ou se permitir conhecer e viver a própria verdade?

Fazer escolhas e ser responsável por vivê-las ou atender às expectativas que depositaram na gente?

Ser livre ou se deixar levar pela programação?

Levar a vida conforme a cartilha social ou experimentar?

Voar ou ceder à repressão?

A vida é muito vasta e abundante para nos podarmos, castrarmos e reprimirmos. Nos oferece infinitas possibilidades de escolha diariamente. Pecado é se privar da vida. Deixemos as repressões para quem as impõe. Sejamos o que somos, com acolhimento, amorosidade, verdade, inteireza, honestidade, aceitação e busca por autoconhecimento e crescimento pessoal.

O desenvolvimento de cada um de nós passa em primeiro lugar passa pelo autoconhecimento e pelo autoamor, e se não saímos da engrenagem social, jamais nos conhecemos, jamais pensamos por nós mesmos, jamais ouvimos nossa verdade interna.

Por mais amor e liberdade, por mais carinho na alma e olhares amorosos, por mais terrenos férteis para deixar fluir a espontaneidade, para expandir a consciência, para fazer as conexões que de fato nos importam.

Que cada um de nós possa ser independente e inteiro em todos os sentidos para vivermos da forma que escolhermos. Que estejamos plenos de nós mesmos, transbordantes de amor próprio, para que possamos olhar os outros também com compassividade e compreensão. Um olhar acolhedor e não um olhar que julga como nos acostumamos a sermos olhados ao longo da vida.

É lindo perceber o quanto evoluímos nesse sentido nos últimos anos. Há muito o que se aprender e crescer ainda, é verdade. Mas temos dado grandes passos para uma vida mais digna em todos os sentidos. Muitos preconceitos têm sido revistos, discutidos e resinificados. O amor é o caminho, eu acredito.

Que a gente possa se observar e perceber com atenção e carinho, e conscientemente diferenciar o que de fato representa as nossas vontades e escolhas, e o que nos foi ensinado e nada tem a ver com a gente. Que tenhamos discernimento e sejamos verdadeiros com o nosso infinito particular.

Uma linda, livre, abundante e transbordante vida pra você!


Deva Harischandra Jéssica
Sou terapeuta tântrica, trabalho tocando o corpo e a alma das pessoas. Acredito no trabalho de desenvolvimento do ser humano em sua integralidade com o método Deva Nishok. É um trabalho que transforma vidas.Trabalho com a massagem tântrica, nas seguintes modalidades:* Sensitive Massagem* Êxtase Total [...]

Veja o perfil completo

Outros reflexões para você

Motivo seria pelo fato do orgasmo aumentar os níveis de dopamina e ocitocina no corpoEm meio a pandemia do novo corona vírus (COVID-19),...
Para compreendermos melhor como funciona a atuação do campo familiar é fundamental entendermos dos campos que se formam através das...
Todas essas mensagens que mencionei abaixo, eu recebi de verdade via celular, além de muitas outras similares, são apenas alguns exemplos:...
Você já maldisse alguma parte do seu corpo?Já sentiu ódio de algum pedacinho seu?Já fez um mal enorme às suas células desejando que seu...
A vida tem como ponto de partida a conexão entre duas pessoas. No espaço entre o nascimento e a procriação o ser vem de uma conexão e a...
No nosso último artigo, falamos sobre o tema Implantes astrais, o que são e como atuam na sexualidade. Afirmamos de forma resumida do...
Você trouxe em sua mensagem o desejo de trabalhar aspectos da sua personalidade que resultaram em quadros de ansiedade, insegurança,...
A diferença entre a liberdade de alguém e a autoindulgência, é que eles estão dispostos e corajosos o suficiente para integrar e enfrentar...
Quando você faz trabalhos com você mesma de autoconhecimento corporal, autoprazer, meditações ativas para liberar suas emoções, você fica...
Dê uma boa olhada pela sua janela antes de tomar seus próximos passos do dia. Independentemente de onde estejas, olhe pela janela do...
O corpo é um instrumento tão maravilhoso que nos permite viver essa experiência de matéria. É tão incrível que possamos sentir inúmeras...
Segundo alguns estudos, o número de pessoas que praticam meditação, está aumentando com o passar do tempo e a tendência é que esse número...
Muitas pessoas vivem diariamente relacionamentos não prazerosos (abuso psicológico, físico, moral, dentre outros) e por inúmeras questões...
Essa é uma queixa que a maioria das mulheres apresentam dentro da terapia orgástica. Se você já perdeu o tesão de transar porque sente dor...
Há diversos fatores que levam uma mulher a permanecer num namoro ou casamento, mesmo sendo ruim/abusivo, eis alguns:- Baixa autoestima.-...
A libido é uma carga energética que tem origem na sexualidade como um todo. Muitas pessoas acham que a sexualidade localiza-se apenas no...
Buscando compreender de forma mais aprofundada sobre as bases biológicas do A.M.O.R, encontrei um artigo científico que abordava sobre...
A Meditação Dinâmica é uma técnica criada pelo Osho para que a gente pudesse começar a aprender a meditar. Ela tem 1h de duração e 5...
Ao contrário do que vemos em propagandas de cosméticos íntimos, a vagina não tem cheiro de flores. A maioria das mulheres não passam por...
• O contato com a natureza, ouvir os seus sons, seus cheiros, sentir o vento, a água, os pés nos chão, se beneficiar das suas curas, ver a...
Veja todos

Receba novas reflexões por email...