La petit mort

La petit mort

publicado por Paula Bellegard

tags: Tantra

La petit mort é como os franceses chamam o ápice erótico, o orgasmo... Para Bataille na pequena morte erotica se experimenta o impossível.Para Lacan é na morte simbólica que se encontra o real. Para nós tântricos o orgasmo supremo, acontece no sétimo chakra e é também a morte por rendição absoluta: Morte e felicidade suprema.

A morte neste sentido é geralmente uma morte simbólica, dos sentimentos que nos separam do todo, da dissolução das ilusões de um eu que se constitui como unidade para o ser que se conecta com o Todo existente, que se eleva ao próximo nível de maturidade espiritual.

Dizem que é através do chakra coronário que nosso espírito acessa e abandona o corpo físico , mas abri-lo não significa necessariamente que seu corpo vai morrer.

O sétimo chakra é o portal que te conecta com Tudo o que há .

Você já sentiu ou ouviu alguém descrever a experiência de um orgasmo como se tivera sido jogado para fora do topo da cabeça diretamente para um refúgio de paz onde se sentia completamente unido a todo o universo?

É o que ocorre quando se abre o chakra coronário!

Todos os tabus que rodeiam a morte acabam por deturpar o verdadeiro sentimento de felicidade.Se desejamos nos abrir para o Todo, temos que contemplar a morte com a mesma força e otimismo com que contemplamos a vida, aliás nascemos e morremos a cada instante e o medo da morte só faz com que percamos tempo de vida, só quando você deixa morrer aquilo que não te serve, e então olha para seu caminho sem medo, encontrará, o essencial: a verdadeira versão de si mesmo.


Paula Bellegard
Apaixonada pela cultura oriental, minha busca é pelo autoconhecimento! O tantra nós ensina que se nos aceitarmos com braços abertos, podemos converter tudo o que aconteça em uma experiência transformadora.É sobre entender que a energia sexual oferece um caminho poderoso para a criação, que o [...]

Veja o perfil completo

Quer receber as newsletters?