Relatos do porquê eu estar livre

Relatos do porquê eu estar livre

publicado por Leela Madhu

Depois que me separei, minha vida não foi fácil, mas sempre trabalhei com minha filha do lado.

Trabalha duro, para dar conta do recado, pois é melhor viver sozinha do que num relacionamento que não tem amparo.

Passou um tempo arrumei um namorado, mas o que vou contar aqui é do último que me tentou me deixar no fracasso.

Certo dia estava caminhando

com coração angustiado

pois estava sofrendo com um relacionamento todo errado.

Sofria tempo todo, com gritos e maus-tratos

Depois que conseguia me fazer chorar, ficava sem graça e pedia perdão, dizendo que o que fez não era da sua reputação.

Acontecia porque estava irado, que era para esquecer e deixar no passado.

Eu não sentia raiva, pois pensava que era crise,

mais com um tempo fui observando,

que as crises acontecia

só quando ele não conseguia o que estava planejando.

os dias foram passando,

as noites se tornando amargas,

até que descobri que toda mulher ele torturava.

Me tornei uma mulher frustrada, não via mais cor em nada, as crises que ele tinha dizia que eu era a culpada.

Até que coloquei um fim, nesse relacionamento.

Pois minha filha me fez acordar, dizendo: levanta daí, você não merece esse tormento.

Saí, fiquei livre, mais dentro de mim tinha um vazio; tudo que buscava, não preenchia o meu coração partido.

Decidi viajar, conhecer outros lugares, pensei em mudar e começar do zero em outros ares.

Então fui a uma cidade,

onde eu queria muito conhecer,

fiquei emocionada por ter vida,

para alcançar o que eu sempre quis fazer!

Andei o dia todo

pelas ruas da cidade

buscando algo

que suprisse a minha necessidade!

Vazio continuava, mesmo eu na cidade que passei a amar, andei o dia todo e não achei o que podia me apaziguar.

foi aí que quando cheguei onde hospedava

Que parei a pensar.

“Se eu estou com esse vazio que não tem nada que preenche, preciso me conhecer, se não nada será suficiente.

Com isso busquei ajuda, para o auto conhecimento

Hoje eu posso dizer, que me amo e me entendo.

As coisas começaram a fluir,

pois o universo retornou e retorna para mim,

tudo quê eu fiz de bom.

E assim tento ser melhor,

cada dia que passa,

Fazendo o que está no meu alcance

para mim e minha filha amada.

A carência passou, pois aprendi a me amar e cada detalhe em mim, admirar e valorizar..

Meu pai me escreveu uma frase

Que até tatuei no corpo:

“O bem que nos faz bem, é o bem que fazemos aos outros”

Por isso hoje, estou sozinha porque aprendi a gostar da minha própria existência.

Faça você também, mulher, o autoconhecimento

Você conhecerá teu corpo, mente e espírito, verá que seu templo é sagrado e aprenderá que você merece muito mais, se sentirá amada , e que se for para ser maltratada, é melhor bater suas asas do que passar o resto da vida atormentada!

Leela Madhu
Sou Técnica em enfermagem, e entrei no mundo da massoterapia, paixão a primeira vista! Buscando mais conhecimento achei o tantra, que é um caminho sem volta pois é uma caminho de transformação! E através do tantra busquei outras capacitações para agregar nas sessões entre elas [...]

Veja o perfil completo

Quer receber as newsletters?