Sintomas - O que o corpo está pedindo?

Sintomas - O que o corpo está pedindo?

publicado por Vanessa da Silva (Deva Yatri)

A doença é um estado do ser humano que indica que, na sua consciência, ela não está mais em ordem, ela registra que não está havendo harmonia. Essa perda de equilíbrio interior se manifesta no corpo como um sintoma. O sintoma é um sinal que nos obriga a prestar-lhe atenção. O sintoma avisa que o equilíbrio das nossas forças interiores está comprometido. Nos informa que está faltando alguma coisa. Antigamente, costumava-se perguntar a um doente o que está lhe faltando, este sempre respondia explicando o que sentia. Hoje perguntamos logo de início o que ele está sentindo. Essas duas perguntas são muito significativas. Se nada lhe faltasse, estaria com saúde perfeita e íntegra. No entanto, quando algo falta à saúde, manifesta-se a doença. Então, o que se tem é a comprovação da falta de Consciência, e portanto, tem-se um sintoma.

Assim que as pessoas entenderem a diferença entre sintoma e doença, não verão mais o sintoma como um grande inimigo. Dessa maneira poderão vencer a própria doença e se tornando mais conscientes.

Toda a nossa linguagem psicossomática, inter relacionam entre corpo e psique. Se pudermos decifrar esse atributo de duplo significado, próprio da nossa linguagem, logo conseguiremos ouvir o que os sintomas têm a nos dizer, e assim alcançar a cura verdadeira. Nos recusar a ouvir os sintomas não fará com que desapareçam. A cura acontece exclusivamente pela transmutação da doença e nunca pela vitória sobre um sintoma. A cura acontece através daquilo que está faltando e, portanto, ela não é possível sem uma expansão da consciência. Tudo que o corpo pode fazer é refletir os estados correspondentes e as condições da própria consciência.

Precisamos estar atentos a fala do corpo, às necessidades da alma. Quantas emoções reprimidas somatizadas não liberamos e fazemos desencadear doenças em nós mesmos. Buscamos por remédios, mas não de fato tratamos a doença, apenas mascaramos os sintomas. E isso apenas por um determinado tempo, pois em algum momento o corpo manifesta em outra parte ou de forma mais agressiva em pedido de socorro. É preciso olhar para o corpo, escuta-lo, permitir que este libere a emoção que ficou reprimida e dar-lhe o que falta, para assim o fluxo energético passar a fluir naturalmente sem os bloqueios causados e a saúde integre novamente. É preciso consciência.

Vanessa Koury da Silva


Vanessa da Silva (Deva Yatri)
Psicoterapia Corporal, Terapeuta formada em Terapia Tântrica, Renascimento e Terapias Integradas de Respiração pela Comunna Metamorfose. Formada em ThetaHealing, TRE® Tension Release Exercises (Exercícios de Redução das Tensões e Estresse), Formada em Hipnose Terapêutica pelo Instituto Elsever - SP, Coaching pelo Instituto Kalíle e PSC [...]

Veja o perfil completo

Quer receber as newsletters?