7 Inimigos do Orgasmo

7 Inimigos do Orgasmo

publicado por Fernando Gahan

Nesta lista, vou te mostrar 7 vilões que atrapalham um orgasmo de qualidade. Vencer essas dificuldades, pode proporcionar uma vida sexual mais plena, o que reverbera em várias aspectos da vida. 

O tantra é uma terapia pratica, corporal, que ajuda o individuo a reconhecer e superar todas essas dificuldades.
Vem comigo! 

1-) Falta de Conexão


A conexão com o outro é essencial para um orgasmo de qualidade. Pode parecer óbvio, mas a falta de conexão é mais comum dos que se imagina.
Pare pra pensar, você realmente faz sexo ou está apenas se masturbando com o corpo de outra pessoa? Não importa se você tem um parceiro de longa data, ou se está conhecendo alguém, a conexão é essencial para que exista empatia, admiração, e foco no momento presente.
A conexão pode ser iniciada com uma boa conversa, com afinidades, mas o mais importante é o olhar. Você já experimentou olhar para o seu par fixamente nos olhos por alguns minutos? Faça o teste! Experimente olhar seu parceiro, olho no olho, por alguns breves minutos. No início pode ser desafiador, mas é incrível como olhar revela muito mais sobre o outro do que qualquer palavra. Vamos conectar? A conexão abre as portas da vulnerabilidade, da entrega e da confiança, por isso é uma grande aliado para um orgasmo de qualidade.

2-) Falta de Carinho


O carinho é essencial para que o corpo comece a se preparar para o sexo. Beijos, abraços, toques que provocam arrepios, mordidinhas, e todo o repertório de preliminares que o nosso corpo sabe como fazer.
O carinho abre as portas para o acesso ao corpo. Vamos abrir essa porta? O carinho influencia muito a qualidade do orgasmo. Não subestime o poder do carinho. Faça com alma, com vontade, e curta esse momento da forma mais sensorial que você conseguir. E tudo bem se você está em uma "pegada" mais forte, carinho não é sobre ser meloso, é sobre ser verdadeiro, estar no aqui e agora, e se dedicar plenamente ao outro e a si mesmo. Vai pro corpo do parceiro, inicie de alguma forme, e escute o que ele pede e gosta.

3-) Ereção é uma obrigação.


Homens, a ereção é bem-vinda, mas ela não é necessariamente essencial para um orgasmo ou um sexo de qualidade. Portanto, não foque na ereção, deixe-a a acontecer naturalmente. Se a ereção não acontecer, não se culpe. Você pode ter momentos incríveis estando "meia bomba" ou mesmo totalmente flácido. Aprenda a curtir o momento, o afeto, e não foque na ereção. Tem tanta coisa que pode ser feita sem ereção.
Mulheres, se o seu parceiro não tiver ereção, não se culpe, não pense que você é a culpada. Não tente fazer a ereção acontecer a qualquer custo. Curta a presença e o momento, o carinho, o afeto. Por que essa limitação? Vamos transcender isso?
A influência da pornografia criou esse padrão da obrigatoriedade da ereção. E quando o amiguinho não acorda, parece o pior momento do mundo, fica um climão, um grande desconforto. Sexo existe sem ereção e também sem penetração. Já experimentou?

4-) Gozar é o objetivo 


O gozo é objetivo do sexo? Se não gozar não é bom?
Quando o gozo é o objetivo do sexo, estamos colocando uma meta no ato sexual, e isso pode gerar um distanciamento entre as partes, pois o foco deixa de ser o momento presente. O gozo (ejaculatório ou não) é muito bem-vindo, mas não pode ser colocado como META, senão estamos priorizando essa sensação em detrimento ao momento.
Que tal um sexo sem meta, sem um lugar a se chegar? Assim o gozo deixa de ser o objetivo, e o foco passa ser a conexão, a intimidade, O MOMENTO. Quando o gozo chegar, será maravilhoso, intenso, mas se não chegar, será também maravilhoso!

5-) Mente distante


"A uma hora dessas, por onde vagará seu pensamento"?
No tantra, o sexo é uma meditação, e isso não tem nada a ver com ficar sentado de olhos fechados. O estado meditativo é o estado de presença, onde somente o "aqui e agora" existe e importa.
Que orgasmo você pensa que irá conseguir, ao transar pensando em trabalho, outras pessoas, ou fantasiando alguma situação que não é aquela que está acontecendo?
A mente distante é um grande inimigo do orgasmo e também uma grande falta de consideração com o parceiro que está ali com você. Estar presente para si e para o outro é o mínimo que deve ser feito, então, não permita que sua mente o distraia e lhe tire deste momento.
A dica é focar na sua respiração, e em todas as sensações que o momento proporciona. Preste atenção em tudo, no teu corpo, no corpo do outro. Nada mais existe, nada mais importa a não ser a troca que esta acontecendo, permita-se mergulhar nesse oceano de sensações, trata-se se um momento único. Aproveite!

6-) Foco na performance


Com uma educação sexual inexistente, a pornografia é quem nos ensina. Ao tentar reproduzir as posições, gemidos, o sexo se torna performático. Ao invés de deixarmos o corpo fazer o que tem que ser feito, e ao invés de nos mostrarmos vulneráveis ao outro, nós seguimos todo um script para reproduzir o que vemos nos filmes.
O problema é que toda essa atuação, nos tira completamente do momento presente, das sensações reais, e isso atrapalha o orgasmo.
O sexo, quando performático, perde qualidade, pois é algo fake, fingido, que não está realmente acontecendo. Como isso pode ser algo intenso e bom?
A dica aqui é muito simples, seja você mesmo. Parece fácil, mas é muito difícil sair desse condicionamento.

7-) Vício em pornografia


Talvez esse seja o inimigo numero 1 do orgasmo. A pornografia nos distancia do contato real, do sexo real. Ficamos cada vez mais mentais, e saímos completamente do sensorial. O cérebro vicia, e nosso sistema de recompensa e prazer, se desestabiliza.
A pornografia, tão presente em nossa cultura, destrói a vida sexual de muitas pessoas, e é mais comum do que se pensa. Quanto tempo do seu dia você se dedica a isso? Consegue ficar um bom tempo ser consumir pornografia? O sexo real não é tão prazeroso como ver um pornô? Essas perguntas podem ajudar a identificar um possível vício. O problema é que muitas pessoas nem se dão conta que são viciadas. Avalie-se, e se for o caso, não hesite em buscar ajuda.

E ai, o que achou deste texto? Consegue identificar os vilões que atrapalham o seu prazer e sua vida sexual? Fico a disposição para ajudar na sua busca.

Fernando Gahan
Olá, meu nome é Fernando Gahan, e trabalho com Tantra e com Sexologia Somática (Sexological Bodywork). Minha missão é ensinar, conduzir e apoiar as pessoas a serem mais independentes, autoconfiantes, plenas e realizadas sexualmente, através de atendimentos, cursos e workshops. Nos atendimentos, a principal proposta [...]

Veja o perfil completo

Quer receber as newsletters?