Corpo e o poder do toque

Corpo e o poder do toque

publicado por Vanessa da Silva (Deva Yatri)

Quando vemos uma pessoa com depressão uma das primeiras coisas percebida é a forma como essa se isola. Não podemos confundir uma pessoa introspectiva com uma pessoa com depressão.

Nas sessões de terapia corporal, uso como ferramenta o toque no corpo chamado Sensitive, é perceptível o quanto o toque é curador, é uma reconexão com a própria existência, com o prazer da vida, quando a pessoa sente seu corpo sendo tocado ela faz contato com seu ser, com sua essência, os efeitos são imediatos mesmo sendo um processo de desenvolvimento.

A falta de contato, de carinho, afeto faz com que a pessoa fique cada vez mais isolada, quando essa se dá conta do estado em que está, já pode ser tarde, uma depressão foi desencadeada.

Perceber o corpo, exercitar o estado de presença ajuda a manter o foco e a ligação consigo. Quantas vezes nos sentimos sozinhos, carentes e alguém passa e nos diz ”bom dia” ou ganhamos um abraço e esses gestos são o suficiente para mudar nosso dia, nos sentimos vistos fazendo parte do meio, acolhidos.

Esse é o relato dos pacientes quando conhecem a “Sensitive”, a delicadeza do toque faz com que o nível de sensibilidade e percepção eleve, se expanda, alguns bloqueios emocionais começam a ser desfeitos e a pessoa passa a sentir novamente vontade de viver, de realizar atividades já esquecidas e algumas que não conseguia mais forças para continuar, inclusive continuar a viver.

O sentido da vida é reavivado e nutrido trazendo um novo ânimo e sentido para o dia a dia. Quando você percebe que es suficiente para si mesmo, você descobre a força que existe dentro de você, as outras pessoas passam a agregar em sua vida sem a dependência emocional.

Dependentes químicos, a dependência é uma forma de se anestesiar para não fazer contato com vida real, com eles mesmos para não acessarem o sofrimento. Assim como as pessoas com pensamentos suicida querem acabar com a dor, não com a vida. Uma excelente forma de auxiliar essas pessoas é mudando o hábito, crenças e pensamentos destrutivos através do contato, do toque, do carinho. Por isso o toque é curador, o olhar, a escuta, um abraço. O amor cura a alma.

Vanessa da Silva (Deva Yatri)
Psicoterapia Corporal, Terapeuta formada em Terapia Tântrica, Renascimento e Terapias Integradas de Respiração pela Comunna Metamorfose. Formada em ThetaHealing, TRE® Tension Release Exercises (Exercícios de Redução das Tensões e Estresse), Formada em Hipnose Terapêutica pelo Instituto Elsever - SP, Coaching pelo Instituto Kalíle e PSC [...]

Veja o perfil completo

Quer receber as newsletters?