Shakiti

Shakiti

publicado por Paula Bellegard

No tantra a essência da consciência feminina e masculina não se reduz a visão mulher e homem, muito menos a genitalia. Talvez porque o tantra é capaz de aceitar "Tudo o que existe'' .

Cada mulher cheia de energia vital é a personificação de Shakiti , o princípio feminino. A emoção espiritual transfigurada para o mistério da fecundidade, para o reconhecimento daquilo que está distante aos olhos:O enigmático transcendente que simboliza a sagrada e divina energia feminina.
Essa energia misteriosa e repleta de beleza, encarna ao mesmo tempo vida e morte. Na mitologia hindu quando o cosmos está em perigo os Deuses apelam ao poder de Shakiti para fazê-lo desaparecer.

Então quando falamos da ascensão do feminino não se trata de falar da luta por igualdade entre gêneros e sim de como elevar este feminino eterno por meio de suas próprias qualidades misteriosas, possibilitando que o principio masculino também flua em equilíbrio. O tantra vai sempre além e apresenta o ser divino como um glorioso androgino ... a combinação perfeita e harmoniosa entre energias complementares.

Reavivar esta energia, é para todxs. O sagrado feminino e o tantra pulsam em todos os corpos como um mistério que não pode ser medido mas que quando posto ao ar livre e honrado aumenta seu valor e pode ser sentido e dançado para a existência através de nós. É uma energia tão natural que nos possibilita suprir anseios, nutrir e ser nutrida, amar e ser amada. Ela mostra seu rosto como um amor maternal feroz , daqueles que faz qualquer coisa para proteger a quem ama. As vezes é sentida como um conhecimento que se agita em nossa barriga e uiva em nosso útero, informando que algo está errado.

Quanto abrimos este sagrado portal nos encontramos com a selvageria e a intensidade de uma expressão emocional mais autêntica . Quando exploramos e celebramos o feminino, descobrimos que ele está vivo, saindo de um sono profundo esticando seus membros, ascenando para nos apressarmos e sairmos do processo mental estabelecido; pois é apenas voltando-se para si que despertamos amor próprio e aprendemos a confiar mais em nos mesmas.
Bem, adivinhe! O tantra é então sagrado e feminino, e isso vem com uma etiqueta de advertência; pois quando você o deixar entrar, nada será o mesmo novamente. Entre outros fenômenos misteriosos: a vida nunca mais será entediante, o sexo nunca será bidimensional, as emoções fluirão facilmente e majestosamente e você se esquecerá de se desculpar por quem você é .... Sua energia emocional se tornará um forte poder que ativa e motiva tudo o que você faz, você não dançará da maneira convencionalmente sancionada; se tornará selvagem, e ao mesmo tempo sutil, a dança virá de dentro.

Você poderá curar-se com autencidade e compaixão... lembra te sempre você já possui seu próprio remédio.

Um abraço sagrado e feminino à todxs.

Paula Bellegard
Apaixonada pela cultura oriental, minha busca é pelo autoconhecimento! O tantra nós ensina que se nos aceitarmos com braços abertos, podemos converter tudo o que aconteça em uma experiência transformadora.É sobre entender que a energia sexual oferece um caminho poderoso para a criação, que o [...]

Veja o perfil completo

Quer receber as newsletters?