Melhore sua vida sexual com o tantra

Como as técnicas desse caminho de autoconhecimento podem transformar a sua realidade

Melhore sua vida sexual com o tantra

publicado por Sangito Deva

tags: Tantra


De acordo com uma pesquisa recente sobre o comportamento sexual no nosso país, metade dosbrasileiros está insatisfeita com sua vida sexual. Quando observamos os números detalhadosdesse levantamento a coisa fica mais assustadora ainda. Isso não apenas cria um espaço enormepara uma exploração desenfreada da sexualidade por marcas de todos os tipos de produtos,como também gera um atraso no desenvolvimento de toda uma população, que fica presa apiadas machistas, comportamentos sexistas e se vê refém de um tabu mal resolvido sem ter aquem recorrer para pedir socorro.

Isso é consequência de uma desinformação generalizada. Não há nos moldes sociais de hojequem se responsabilize pela educação sexual das pessoas. A maioria das famílias é falha nesseaspecto, fazendo da repressão o único ponto a ser discutido. Assim, homens e mulheres acabamaprendendo tudo o que sabem sobre sexo assistindo a filmes pornográficos que, em 99% doscasos, subjugam a mulher e desassociam toda e qualquer forma de afeto da relação, que setransforma numa afoita corrida ao orgasmo com poses, caras, bocas, gemidos e orgasmos falsos.

Mas na contramão de toda essa loucura que se instaurou sobre a sexualidade humana, existeuma filosofia comportamental com mais de 5000 anos que ensina - dentre várias outras coisas -uma maneira saudável de lidar com a energia sexual, tanto a sua quanto a do outro. Essa filosofiaé o Tantra.

O Tantra - ao contrário das filosofias especulativas - propõe uma mudança de atitudes, maisprática, que envolve mais os sentimentos do que o pensamento. Uma mudança que, embora sejasentida mais do que racionalizada, acaba internalizando mudanças drásticas de comportamento.Na relação sexual - tema do artigo aqui - os princípios tântricos derrubam uma série deparadigmas e conceitos que criamos sem perceber. A ideia é transformar a relação sexual em umameditação. Aprende-se que ninguém é responsável pelo prazer do outro, mas sim que cada umprecisa conhecer os próprios limites, entender a própria energia sexual e saber como controlá-la.Descobre-se novos estímulos, que despertam a bioeletrecidade do corpo e levam o orgasmo paraalém dos músculos genitais, concentrando sua energia em toda a musculatura do corpo. Todos os5 sentidos são redescobertos e passam a ter um papel integrado e fundamental na relação - osparceiros se olham mais, brincam com cheiro, com o gosto um do outro, aprender a falar e a ouvirsobre seu prazer. Isso traz tesão para a intimidade, cria uma cumplicidade positiva e reforça aunião.

Outro detalhe - muito confundido entre os leigos no assunto - é o tempo da relação tântrica. Nãohá uma regra, nada que especifique que a relação precisa durar muito tempo, muito mais tempoque o sexo trivial. O que muda no Maithuna - o sexo tântrico - é o objetivo; não há uma corrida emdireção ao orgasmo - que libera a bioenergia da musculatura e relaxa os corpos. Acumular aenergia sexual e expandi-la pelo corpo todo, elevando essa energia por toda a coluna até o últimoChakra - centro de bioenergia - que temos no topo da cabeça. Isso desperta um estado depercepção alterado, leva o casal a outros níveis de consciência.

E esse processo de acúmulo, em si só, gera orgasmos secos, orgasmos múltiplos, orgasmos devale, perenes, enfim, orgasmos pra todos os gostos.

Sangito Deva
Encontrei no Tantra um caminho de cura muito profundo; desde as minhas primeiras práticas em 2004 percebi que o Tantra tinha um potencial de aliviar muitas das minhas neuroses e compulsões ligadas à sexualidade. Desde então não parei de mergulhar. Em 2013 comecei as práticas [...]

Veja o perfil completo

Outros reflexões para você

A confiança é um dos elementos mais importantes para se obter sucesso.Quando realizei isso (mais do que entender) e comecei a confiar mais...
O mundo ao seu redor é um reflexo de seus pensamentos. O mundo à sua volta é apenas o que você acredita que ele seja. Sua percepção está...
A vida é como um rio que nasce no alto da montanha e segue seu curso rumo ao mar. Durante esse percurso, enquanto o rio não se torna MAR e...
A raiva é uma emoção desprezada em nossa cultura. Se você foi ensinado desde cedo a sentir vergonha, por ter raiva ou por expressá-la, você...
Eu já fui julgada pelo meu comportamento sexual. Fui agredida verbalmente e moralmente. Foi em um relacionamento. No começo era tudo lindo...
Pensamos, então existimos! Certo, mas quanto desse pensar é realmente nosso? Se Descartes fosse tântrico, muito provavelmente sua célebre...
Por estarmos conectados uns aos outros nas interações sociais, as vezes as energias negativas aparecem e não sabemos sua fonte. No filme...
Quer você queira ou não ... os relacionamentos desempenham um papel importante na vida de todo ser humano, desde a origem dos tempos....
Na alegria de ver um amigo há muito tempo ausente, penetre nessa alegria. Entre nessa alegria e torne-se um com ela - qualquer alegria,...
Dando continuidade de nosso último artigo aonde falávamos sobre orgasmo do ponto de vista de pesquisa, trouxemos a entrevista do senhor...
É uma disfunção sexual aonde o homem demora muito para ejacular, mesmo com desejo, ereção, e excitação presentes. Alguns nem conseguem...
Muita gente me pergunta, o tantra só pode ser praticado por casais?E a resposta com certeza é NÃO!O tantra não é uma terapia de...
Tenho me colocado no lugar do interagente e buscado entender o que o move a vir fazer uma sessão? Alguns carência afetiva como motivador....
A solidão não é causada pela falta de contato com as pessoas, mas sim pela falta de conexão conosco mesmo, com nossa base divina. Às vezes,...
O envelhecimento é um processo fisiológico e natural pelo qual todos os seres vivos passam. Hoje, graças aos avanços da medicina, vivemos...
Você já se pegou falando que meditação não é para você ? Que você não consegue ficar parado meditando? Que sua mente é muito agitada e não...
Você trouxe em sua mensagem o desejo de trabalhar aspectos da sua personalidade que resultaram em quadros de ansiedade, insegurança,...
1. Ando pela rua. Há um buraco fundo na calçada. Eu caio... Estou perdido... Sem esperança. Não é culpa minha. Leva uma eternidade para...
Veja todos

Receba novas reflexões por email...