O parto tântrico e o parceiro ativo

O parto tântrico e o parceiro ativo

publicado por

Algumas mulheres vêm descobrindo um segredo que estava adormecido e estão despertando a consciência sobre como mudar um momento que até então "era" o mais temeroso e doloroso, e transformar "ele" no momento mais prazeroso e único da vida de uma mulher. Advirto que a leitura deste texto pode ser um pouco desconfortável inicialmente para as mentes ainda fechadas, cuja postura seja mais rígida.

"Para mudar o mundo, primeiro precisamos mudar a hora de chegar ao mundo".

A descrição geralmente associada ao parto é: doloroso, agoniante, traumatizante e, até mesmo, insuportável.

Existem algumas escrituras que citam as tais palavras, "... Tu parirás os teus filhos com dor".

Pensando sobre isso, seria possível ter um parto diferente? Um parto em que poderemos relatar experiências boas sobre sensações que ainda não tivemos ou sentimos? Eu vos convido a conhecer o Parto Tântrico, a expressão natural da vida do casal Edi bebê que juntos vão protagonizando e estimulando os hormônios do parto até o nascimento do bebê, assim como foi feito na concepção.

Existe um número cada vez maior de mulheres dizendo que no lugar de o parto ser um momento dolorido, ele foi um momento de êxtase e muito prazer. Dizem também que tiveram orgasmos muito intensos, múltiplos orgasmos que se expandiram através do corpo, e que riam e choravam ao mesmo tempo, em estado de transe. Ao invés dos gritos desesperados e histéricos recheados de medo, os gemidos eram a expressão sonora da natureza instintiva, forte, ativa e Divina da Mulher.

A presença do parceiro(a) é um ponto muito forte de sustentação que deu segurança emocional e mental, além de poder proporcionar os estímulos físicos que a mulher aceitar no momento receber no momento.

Elas contam também que, comparado com um orgasmo normal, não existe nenhuma diferença

É UM DESAFIO IMAGINAR ISSO???

Alguns casais ficam surpresos ao saberem que essa realidade pode ser possível se a mulher for bem preparada, se for desenvolvido um empoderamento gestacional. Os homens no início se assustam um pouco com a ideia de causar orgasmos tântricos nas parceiras durante o parto. Mas o fato é que essa experiência não precisa ser traumática e dolorosa, e pode ser uma experiência de felicidade e muito prazer :) .

PODERÁ SER???

Estudos nos mostram que os mesmos órgãos que contribuem para o orgasmo sexual são ativados durante o parto. E cá pra nós, fazendo uma analogia da anatomia feminina, lembro-vos que quando o bebê desce pelo canal de parto, ele está passando pelo mesmo local em que o Lingan (genital masculino) penetra na Yoni (genital feminino) para provocar o orgasmo e o prazer que vêm da contração e do relaxamento das musculaturas vaginal e uterina. É importante considerar que a passagem do bebê pelo canal da Yoni comprime de uma forma única as partes internas do clitóris, proporcionando um prazer vivido apenas na hora do parto. O Parto em si já promove uma grande mudança no corpo e aumenta a liberação hormonal. É produzida naturalmente e liberada uma grande quantidade de prolaxina, altos níveis de ocitocina, altos níveis de endorfina. E agora você notou que esses são os mesmos hormônios liberados na hora do orgasmo, são os hormônios do prazer, que são liberados como uma bomba circulando no corpo da mulher em trabalho de parto. O Prazer é uma forma que a natureza tem de proporcionar um analgésico hormonal, e no parto tântrico, o parceiro é o principal causador da liberação hormonal da ocitocina natural, que pode acontecer através de estímulos no corpo (técnicas de massagem tântrica). Os toques do parceiro(a) dão segurança e demonstram uma verdadeira união, proporcionando uma vivência sensual e sexual do casal até a hora de o bebê chegar.

Lembrando que para esse plano de parto natural ser possível é necessário que esteja tudo normal durante toda a gestação. Que a gestante juntamente com seu parceiro(a) estejam em atendimento com uma Doula que tenha experiência no mundo Tântrico, e que já tenham estabelecido um prévio vínculo de confiança. É importante também decidir por uma equipe obstétrica ou parteira tradicional que realizem o parto no local onde a mulher se sentir mais confortável.

Como vocês estão vendo, essa é uma escolha muito particular da mulher, que é a protagonista do seu parto. E confiando na sua capacidade natural de parir e na sua escolha em dar à luz no ambiente de sua escolha, cercada de quem realmente traz segurança, conforto, coragem e empoderamento na hora.

Muitas mulheres vão encontrar medo, receios, restrições pelo caminho, que geralmente envolvem a falta de informações sobre um parto domiciliar. Outras mulheres vão supor que o parto é a coisa mais oposta ao prazer que existe. Mas levem em consideração que as nossas próprias expectativas e pensamentos mudam a nossa forma de perceber a dor. Quando se espera a dor, os músculos se tensionam, aumentando os níveis de adrenalina, que tensiona a musculatura e aumenta a dor.

Baseando-se em evidências científicas, o que nos dizem os resultados das pesquisas é que o parto em casa, se tudo estiver normal com a gestação, é muitas vezes mais seguro para a saúde física, emocional, mental e espiritual da mãe e do bebê.

Isso também garante que o bebê tenha uma ligação mais forte e presente com o mundo na sua primeira hora dourada. As intervenções só serão usadas em último caso, se realmente necessárias, com a permissão da mulher. Abrimos espaço para a sabedoria do corpo sobre a natural fisiologia do parto.

Um ambiente aconchegante, acolhedor, que pode ser preparado como se prepararia para uma ocasião sensual e romântica para a mulher dar à luz com o parceiro(a).

Sendo assim, podemos dizer que o parto é um momento que faz parte da sexualidade da mulher e que é uma extensão da fecundação, no qual o casal, juntos em total sincronia e presença, estimula a energia física e biológica do corpo da mulher através de técnicas tântricas, de respirações e movimentos, fazendo com que o corpo da mulher reaja e o útero se abra para a passagem do bebê.

Concluindo que para obter a possibilidade de ter um parto com orgasmo Tântrico, as mulheres precisam abandonar os seus medos, as suas inibições, as suas crenças e dogmas em relação a própria sexualidade e em relação a dor. Não que no parto Tântrico não haja desconforto algum, mas isso pode ser transformado no que podemos denominar "sensação". Outra parte muito importante é não bloquear essas sensações com anestesia. Sei que nesta época em que estamos vivendo na era da medicina moderna, é estranho e inovador falar sobre mulheres que voltam ao passado e recuperam a posse de seus partos em casa, que elas escolhem e querem sentir essas sensações como uma parte natural do desenvolvimento humano. Experimentar a sensação de dor e desconforto cujo contrário é muito prazer e êxtase.

Esperamos que as mulheres e homens que estão lendo não pensem que todas as mulheres deveriam sentir prazer na hora do parto. A mensagem é que as mulheres podem sim experimentar e aproveitar de diversas maneiras e com muita intensidade o seu parto, fazendo desta hora tão única e importante da vida da mulher um momento positivo e prazeroso junto com o seu parceiro.

SE VOCÊ ACHA QUE É POSSÍVEL PARIR COM PRAZER...

PRAZER,

EU SOU A SUA DOULA TÂNTRICA.

DOULA PREM NEERA ☝🏻

Prem Neera (Iana)
Obrigada por estar aqui Querida e Corajosa Alma. Eu estou realmente grata por este momento em que estaremos trabalhando juntos. Bem vindos ao TANTRA De coração eu te agradeço por me escolher como "SUA PROFESSORA " nesse caminho do despertar da energia sexual. Tudo o [...]

Veja o perfil completo

Outras reflexões para você

E se eu te pedir pra fazer uma lista rápida contendo apenas dez, das suas inúmeras qualidades? Espero que você consiga listá-las bem...
Quem já tem o hábito de mergulhar em si passará tranquilamente por esse momento que estamos vivendo.Quem não tem o hábito de mergulhar em...
Quando nos apaixonamos, alcançamos o êxtase, conhecer alguém através de si é mesmo incrível; somos arrastados por uma onda de paixão, que...
Se dê um tempo das loucuras do dia a dia, das pressões que lhe são impostas, das preocupações que te atormentam, das coisas que são chatas,...
Muita gente me pergunta, o tantra só pode ser praticado por casais?E a resposta com certeza é NÃO!O tantra não é uma terapia de...
Você tem o hábito de expressar o que sente? Ou abafa as suas emoções para não desagradar ou ser visto como chato(a)? Tudo o que sentimos é...
Revelar seus desejos sexuais, se torna uma tarefa de alto risco, dependendo de algumas relações. Segundo Nancy Friday, muitas mulheres têm...
O conceito de energia sexual no mundo moderno se resume ao ato sexual, mas no tantra a energia sexual vai muito além. Em primeiro lugar,...
A fala aqui é sobre a dominação de um sistema patriarcal ao qual padrões de comportamentos que ainda são muito cobrados atualmente e mesmo...
Todos passamos por épocas em que nos odiamos, não gostamos muito do nosso corpo e muito menos temos consciência a respeito da nossa...
1-Não conhecer o seu corpo.Saber como você gosta ou precisa ser tocada para ter prazer é essencial. Além de aproveitar mais o sexo, você...
Todos nós temos a capacidade de lutar por nossos ideais, de buscar o que desejamos e necessitamos, assegurando nossa sobrevivência e também...
Para Romo existe uma crença no meio holístico e espiritualista de que a responsabilidade de manutenção da nossa saúde é das consciências...
Depressão é uma desordem psiquiátrica muito mais frequente do que se imagina. Estudos recentes mostram que 10% a 35% das pessoas apresentam...
A Terapia Tântrica promove uma ressignificação da sexualidade de quem a busca. Como terapia corporal auxilia no processo de reeducação...
A prática do mantra e da paramita,a instrução em sutras e preceitos,o ensino das escolas e das escrituras,não levarão à percepção da...
Com conceitos que remetem à espiritualidade, as técnicas de massagem tântrica são milenares. Mesmo que essas técnicas tenham sido...
"Sinta o cosmos como uma translúcida presença sempre viva. Se você tomar uma droga do tipo LSD, ou alguma coisa assim, todo o mundo ao seu...
No tantra a essência da consciência feminina e masculina não se reduz a visão mulher e homem, muito menos a genitalia. Talvez...
Veja todos

Receba novas reflexões por email...