Sexualidade e Normalidade

Sexualidade e Normalidade

No século XIX, muitos livros sobre sexualidade falavam sobre o que era pecado e o que não era pecado. Colocando para as pessoas, casais, como eles deveriam se relacionar sexualmente. Caso fizessem de outra forma, seriam pecadores e mal vistos pela sociedade. Com isso, gerando uma série de travas com a sexualidade sendo individuais e como casal. A geração seguinte a dos tratados médicos, publicou além de uma leitura prática ampla, regras para definir o que era “normal” e o que era “anormal”. Basta chamar um gosto sexual de "anormal'' para que ele imediatamente provocasse um mal estar e ansiedade. Querer definir o que é “normal” implica impor certas regras ao sexo. De fato, existe uma regra. O sexo deve ser um elo completamente satisfatório entre duas pessoas que se amam, do qual ambos emergem despreocupados, gratificados e preparados para mais. Esta definição inclui a constatação de que existe uma grande diferença entre, as necessidades das pessoas e sua capacidade de satisfazê-las, e, em se satisfazer; estatisticamente essa diferença é maior do que em qualquer outro caso mensurável. Ora, já que as atividades sexuais significam cooperação, os amantes ajudam-se mutuamente, cuidam um do outro, admiram-se com entrega sem julgamento e sim, com desejo, desejo de mais de si e do outro.

O ato sexual nos mergulha numa ansiedade muito superior à que é provocada por qualquer outra diferença aos nossos gostos ou necessidades. Nossa cultura mal acaba de emergir de um periodo de pânico moral e nós só agora começamos a compreender que não há nada a

temer no sexo e sim, muito a desfrutar. Por isso, um grande número de pessoas, sob o ponto de vista das suas opiniões sexuais, lembram aquela geração mais nova que eram educadas na crença de que os doces tinham veneno, enquanto a gelatina era saudável (porque não tinha gosto). Essas pessoas precisam ser tranquilizadas.

As gerações anteriores foram traumatizadas pela censura das titias que baniam várias práticas sexuais adequadas, elas as consideravam estranhas, nefastas e repugnantes, quando o que acontecia era que elas eram simplesmente mal conhecidas. As titias, na verdade, tinham medo de perder o controle e não saber conduzir os mais novos que tinham

tanta energia e curiosidade, natural na infância. Para os mais velhos, era mais fácil amedrontar e traumatizar, infelizmente, não sabiam fazer diferente.

Há algumas dezenas de anos, o sexólogo Krafft-Ebing escreveu um manual em que descrevia como doenças todas as práticas sexuais que ele próprio não apreciava, incluindo no texto exemplos extraídos da conduta de indivíduos verdadeiramente neuróticos.

Assim a igreja conduzia em conjunto com o governo manipulador, castradores da sexualidade. Pessoas insatisfeitas sexualmente, pessoal que não desenvolvem a energia sexual são facilmente manipuladas.

Os grandes manipuladores sabiam da potência que a energia sexual tem, e o quanto ela conduz o indivíduo em sua autonomia e poder pessoal.

É hábito considerar anormal o que é incomum para o local, época e grupo. Considerar algo “anormal” é uma das formas da manipulação em massa: poucos os que se permitem sair da “caixinha”.





Outras reflexões

É uma inimiga que muitas vezes passa despercebida, acomete mulheres e leva há várias complicações se não for tratada. Alguns artigos que li...
"Que tudo nessa VIDA seja feito com PRAZER, por mais que digam que não, pois só depende de nós..."Aqui estão algumas conexões possíveis...
“Os hormônios são anatomia líquida, são derramamentos que convertem crianças em adultos.”...
Independente se você dirige seu próprio negócio ou tem seu emprego, você pode sentir que está perdendo de vista seus objetivos e motivação....
Arte de Jana Brike Uma das perguntas mais freqüentes que eu recebo é: “Como faço para ter orgasmos?” e um dia destes, no final de um...
A sexualidade deve ser entendida como processo natural do ser humano, fonte de prazer, de bem-estar físico e psicológico. É uma forma de...
Processos terapeuticos tântricosNo começo, anos atrás... eu sempre achava um desafio falar a respeito da massagem tântrica, eis um tipo de...
Vivemos sempre em dualidade: Bem e mal, luz e sombra ,frio e calor. Apesar do aparente contraste entre essas polaridades, olhando mais...
Veja todos

Eventos com data marcada

maio 2024 São Paulo (Capital) SP
maio 2024 Santos SP
maio 2024 Guarujá SP
  • 24 a 26 maio 2024
  • Solteiros e casais
  • sexta 8h a domingo 18h
  • Perfil de Verônica AnandaAnanda Saiba +
maio 2024 Itapeva MG
  • 25 a 26 maio 2024
  • Exclusivo para Mulheres
  • Comunna
  • sábado 9h a domingo 15h
  • Perfil de Surya SangeetaSangeeta Saiba +
maio 2024 Itapeva MG
  • 30 mai a 2 junho 2024
  • Comunna
  • quinta 16h a domingo 16h
  • Perfil de Deva NishokNishok Saiba +
junho 2024 Itapeva MG
junho 2024 Caxias do Sul RS
  • 8 a 9 junho 2024
  • Espaço Gaya
  • sábado 8h a domingo 19h
  • Perfil de Prem Gaya (Melissa Bittencourt)Gaya Saiba +
junho 2024 Itapeva MG
junho 2024 Caxias do Sul RS
  • 15 a 16 junho 2024
  • Espaço Gaya
  • sábado 8h a domingo 18h
  • Perfil de Prem Gaya (Melissa Bittencourt)Gaya Saiba +
junho 2024 Garopaba SC
junho 2024 Brasilia DF
junho 2024 Itapeva MG
julho 2024 São Paulo (Capital) SP
  • 1 jul a 14 agosto 2024
  • segunda 18h a quarta-feira 20h
  • Perfil de Nana TantraNana Saiba +
julho 2024 Itapeva MG
julho 2024 Itapeva MG
julho 2024 Vila Mariana SP
julho 2024 Itapeva MG
agosto 2024 Itapeva MG
agosto 2024 São Paulo (Capital) SP
agosto 2024 São Paulo (Capital) SP
agosto 2024 Itapeva MG
agosto 2024 Itapeva MG
setembro 2024 São Paulo (Capital) SP
  • 4 a 25 setembro 2024
  • Spaco TantraNana
  • quarta 19h a quarta-feira 22h30
  • Perfil de Nana TantraNana Saiba +
setembro 2024 São Paulo (Capital) SP
setembro 2024 Itapeva MG
setembro 2024 Itapeva MG
  • 27 a 29 setembro 2024
  • Turma Extensiva - Módulo 3
  • Comunna
  • sexta 19h a domingo 15h30
  • Perfil de Surya SangeetaSangeeta Perfil de Deva NishokNishok Saiba +
outubro 2024 Itapeva MG
outubro 2024 São Paulo (Capital) SP
outubro 2024 Itapeva MG
outubro 2024 Itapeva MG
novembro 2024 Itapeva MG
novembro 2024 Itapeva MG
  • 14 a 17 novembro 2024
  • Comunna
  • quinta 17h a domingo 15h
  • Perfil de Deva NishokNishok Saiba +
dezembro 2024 Itapeva MG
dezembro 2024 Itapeva MG