Sexualidade Feminina: mitos e tabus sobre prazer sexual

Sexualidade Feminina: mitos e tabus sobre prazer sexual

publicado por

Sexualidade feminina e saúde são temas que caminham em conjunto. Contudo, mesmo com os avanços da sociedade quanto aos papéis de gênero, a sexualidade da mulher ainda é negligenciada, o que afeta sua qualidade de vida.

Além disso, alguns tabus sobre o assunto continuam existindo, o que contribui para a falta de diálogo. Entender a excitação, a libido, o orgasmo e como lidar com problemas sexuais é a chave para alcançar o autoconhecimento e bem-estar.

Afinal, a vida sexual também influencia o humor, estado psicológico, relacionamentos e autoconfiança da mulher. Para explorarmos esse tema tão importante, preparamos o conteúdo a seguir. Acompanhe!

Qual é a importância da sexualidade feminina?

Saber como trabalhar a sexualidade feminina é fundamental para uma boa qualidade de vida. Conforme dissemos incialmente, o sexo e a saúde da mulher estão diretamente relacionados.

Primeiramente, devemos ressaltar que sexualidade é diferente de relação sexual. Chamamos de sexualidade a capacidade de reconhecer o próprio corpo e preferências na hora de sentir prazer.

Também não deve ser confundida com o orgasmo, apesar dele ajudar nesse processo de autoconhecimento. Aliás, a importância da sexualidade da mulher é tamanha, que vem sendo tratada como questão de saúde nos últimos anos.

Afinal, uma mulher que conhece seu corpo e seus desejos, tem uma autoestima fortalecida, que influencia diretamente em seus sentimentos, ações e estado físico e mental.

Por que a sexualidade feminina ainda é um tabu?

Em pleno século XXI, muitas mulheres ainda têm dúvidas sobre sexualidade feminina. Isso porque, ainda vivemos sob um viés cultural de que falar sobre sexo e prazer feminino não é encarado com bons olhos.

Por isso, enquanto os homens são encorajados a conversar abertamente sobre o assunto, inúmeras mulheres ainda se sentem inseguras em expressar seus desejos e preferências sexuais, mesmo com seus parceiros.

Outro ponto é que, historicamente, o papel de conhecer e praticar o sexo livremente foi atribuído ao homem, enquanto a mulher devia se preservar ao máximo.

Apesar desse pensamento estar mudando recentemente, essa visão equivocada sobre a sexualidade humana afeta negativamente as relações entre casais.

Uma da principais consequências disso é que muitas mulheres não sentem prazer ou sequer chegam ao orgasmo, mantendo relações sexuais somente para satisfazer seus cônjuges.

Para contornar esse cenário, é importante estimular o diálogo sobre o tema e o autoconhecimento feminino. A masturbação, por exemplo, é uma ótima forma da mulher conhecer seu corpo e os modos de sentir prazer.

5 Mitos sobre a Sexualidade Feminina

Mitos sobre a Sexualidade Feminina

Conforme dissemos logo acima, ainda existem uma série de mitos e tabus acerca da sexualidade da mulher e o prazer feminino. Inclusive, alguns são até incentivados a permanecerem mistificados.

Fisiologicamente, as mulheres conseguem criar uma forte conexão com seu corpo e intimidade, o que lhes favorece quando o assunto é autoconhecimento. Porém, mitos como os que citaremos a seguir, atrapalham essa autodescoberta.

1. O desejo sexual do homem é maior que o da mulher

Apesar de sabermos que a libido, mais especificamente, o desejo sexual, está relacionado com a produção de testosterona — presente em maior quantidade nos homens —, esse não é o único fator que influencia nisso.

Além dos fatores biológicos, o desejo também sofre alterações a partir do meio social, estilo de vida, crenças e cultura. Enquanto os homens sempre foram incentivados a explorar sua sexualidade, a mulher viveu encorajada a reprimi-la.

Por isso, muitas se acostumaram a encarar o sexo como algo dispensável, apesar da ciência afirmar que a prática é essencial para a saúde dos homens e das mulheres.

2. Não existe ejaculação feminina

Essa é outra afirmação falsa sobre a sexualidade da mulher. Mesmo que a ejaculação não seja uma realidade para a maioria das mulheres, ela existe e pode ser alcançada com a estimulação do ponto G.

3. Mulheres não sentem prazer com penetração

Outro mito. Apesar de ser mais fácil para a mulher sentir prazer com a estimulação do clitóris — único órgão do corpo feminino dedicado ao prazer sexual —, também é possível sentir prazer somente com a penetração.

Afinal, o clitóris é um órgão maior do que aparenta ser; boa parte do seu corpo se localiza na parte interna da vulva, que também pode ser acessada pela vagina. Não é à toa que muitas mulheres conseguem atingir o orgasmos apenas com a penetração.

4. Depois da menopausa, a mulher não sente mais prazer sexual

É sabido que, com a menopausa, o corpo da mulher sofre uma queda na produção dos hormônios sexuais. Porém, com os avanços da ciência e medicina, mulheres conseguem manter uma vida sexual plena e ativa após esse período.

Inclusive, por terem mais experiência de vida e conhecimento sexual, é comum que elas aproveitem mais o prazer e as vivências sexuais.

A relação da sexualidade com o corpo feminino

A relação da sexualidade com o corpo feminino

Saber como funciona o organismo feminino e os sintomas de excitação feminina é um passo essencial na trajetória da autodescoberta.

Como dissemos nos tópicos acima, são muitos fatores que influenciam na sexualidade feminina, por isso é fundamental compreendê-los.

Mesmo que as mulheres sejam capazes de sentir desejo sexual tanto quanto os homens, ele não acontece de forma tão direta.

Isso porque, elas costumam associar a vontade sexual com outros aspectos da vida, como experiências passadas, autoestima, intimidade com o parceiro e outros.

Além disso, a excitação feminina também ocorre de forma progressiva e não é tão automática como nos homens. Para você ter uma noção, são necessários quase 500ml de sangue para irrigar a vulva e deixá-la pronta para a penetração.

Nesse sentido, é indispensável respeitar esses fatores quando relacionamos a sexualidade e o corpo feminino, na busca pelo autoconhecimento.

O tantra e a sexualidade feminina

Podemos acompanhar a evolução do prazer feminino, que melhorou com o passar dos anos, mas ainda precisa caminhar bastante para receber a mesma valorização que a dos homens. Por isso, o Tantra surge para quebrar esses paradigmas.

Com ele, a mulher é incentivada a explorar a própria sexualidade, sem tabus e de forma saudável. Dessa forma, o Tantra a convida para buscar o autoconhecimento, a partir de sua base filosófica, práticas meditativas, rituais e técnicas corporais durante ato sexual.

No Tantra, a mulher é a representação de Shakti, o princípio feminino do universo. Então, suas técnicas visam a expansão da consciência e a experiência do prazer.

Tire suas dúvidas sobre Massagem Tântrica e encontre um terapeuta filiado!

Conclusão

Neste artigo, você aprendeu a importância da sexualidade feminina, os tabus e os mitos que ainda a cercam. Felizmente, o Tantra existe para quebrar essas barreiras e estimular a expansão da consciência feminina e a busca pelo autoconhecimento.


Atimoda (Thiago Soares)
Criei a RedeMetamorfose.org pra ser um lugar seguro para troca de informações, atividades e artes em torno do Tantra.Espero que você tire muito proveito dessa jornada de Tantras :) 

Veja o perfil completo




Outras reflexões

Acredito que responder “SIM” a essa pergunta seja uma busca de todos que estão se conectando com a vida de uma forma mais espiritualista....
Fiz esse texto para falar sobre traições amorosas, onde muitas vezes relacionamentos chegam ao fim, e tem aqueles que tudo suportam e...
Continuando do último artigo aonde falamos profundamente sobre larvas astrais, vamos buscar elucidar o entendimento vibracional dessa...
Ter consciência corporal significa reconhecer os sinais que o corpo emite.Nesse sentido, podemos perceber sinais físicos de que o nosso...
Até hoje em pleno século XXI (2020) é incrível a quantidade de pessoas que por falta de conhecimento ou preconceito ainda não chegaram a...
Praticar o Tantra com seu amor pode estar a luz de distância de como vocês faziam amor .É possível que vocês sintam - se mais próximos do...
O Tantra é chamado de caminho da transformação do desejo, tendo como objetivo principal se tornar mais íntegro e completo, e o Sagrado...
Bem-vindos ao ano do Sol! Nosso astro regente desse ano nos surpreendeu com alguns acontecimentos que, sinceramente, quem não esperava uma...
Quando penso em desconstruir crenças limitantes não consigo pensar em nada mais poderoso do que o tantra, A prática tântrica aponta na...
No nosso último artigo, falamos sobre o tema Implantes astrais, o que são e como atuam na sexualidade. Afirmamos de forma resumida do...
Veja todos

Eventos com data marcada

maio 2024 Brasilia DF
maio 2024 Brooklin, São Paulo SP
maio 2024 São Paulo (Capital) SP
maio 2024 Santos SP
maio 2024 Itapeva MG
  • 25 a 26 maio 2024
  • Exclusivo para Mulheres
  • Comunna
  • sábado 9h a domingo 15h
  • Perfil de Surya SangeetaSangeeta Saiba +
maio 2024 Vila Mariana SP
maio 2024 Itapeva MG
  • 30 mai a 2 junho 2024
  • Comunna
  • quinta 16h a domingo 16h
  • Perfil de Deva NishokNishok Saiba +
junho 2024 Itapeva MG
junho 2024 Caxias do Sul RS
  • 8 a 9 junho 2024
  • Espaço Gaya
  • sábado 8h a domingo 19h
  • Perfil de Prem Gaya (Melissa Bittencourt)Gaya Saiba +
junho 2024 Itapeva MG
junho 2024 Caxias do Sul RS
  • 15 a 16 junho 2024
  • Espaço Gaya
  • sábado 8h a domingo 18h
  • Perfil de Prem Gaya (Melissa Bittencourt)Gaya Saiba +
junho 2024 Garopaba SC
junho 2024 Itapeva MG
julho 2024 Belém PA
  • 1 jul a 14 agosto 2024
  • segunda 18h a quarta-feira 20h
  • Perfil de Nana TantraNana Saiba +
julho 2024 Itapeva MG
julho 2024 Itapeva MG
julho 2024 Itapeva MG
agosto 2024 Itapeva MG
agosto 2024 São Paulo (Capital) SP
agosto 2024 São Paulo (Capital) SP
agosto 2024 Itapeva MG
agosto 2024 Itapeva MG
setembro 2024 São Paulo (Capital) SP
  • 4 a 25 setembro 2024
  • Spaco TantraNana
  • quarta 19h a quarta-feira 22h30
  • Perfil de Nana TantraNana Saiba +
setembro 2024 São Paulo (Capital) SP
setembro 2024 Itapeva MG
setembro 2024 Itapeva MG
  • 27 a 29 setembro 2024
  • Turma Extensiva - Módulo 3
  • Comunna
  • sexta 19h a domingo 15h30
  • Perfil de Surya SangeetaSangeeta Perfil de Deva NishokNishok Saiba +
outubro 2024 Itapeva MG
outubro 2024 São Paulo (Capital) SP
outubro 2024 Itapeva MG
outubro 2024 Itapeva MG
novembro 2024 Itapeva MG
novembro 2024 Itapeva MG
  • 14 a 17 novembro 2024
  • Comunna
  • quinta 17h a domingo 15h
  • Perfil de Deva NishokNishok Saiba +
dezembro 2024 Itapeva MG
dezembro 2024 Itapeva MG