Continua atraindo parceiros emocionalmente indisponíveis?

Continua atraindo parceiros emocionalmente indisponíveis?

Muitas mulheres se perguntam: “Por que continuo namorando cara imbecis? ”. Minha resposta muitas vezes atordoa. Você, provavelmente, está atraindo isso, digo sempre. Parece um amor difícil, e talvez seja. Mas, na verdade, há um significado mais profundo por trás disso: atraímos o que achamos que merecemos. E o que pensamos que merecemos geralmente está enraizado no que experimentamos ou testemunhamos em nosso desenvolvimento na primeira infância. Veja como quebrar este ciclo.

1. Você não reconhecerá seus próprios padrões

Antes que qualquer mudança verdadeira possa acontecer, você precisa reconhecer seus bloqueios de intimidade, os padrões que você vive repetindo em seus relacionamentos. Muitas vezes surgem desde a primeira infância e baseiam-se no relacionamento que você teve com um de seus pais ou no relacionamento que seus pais modelaram para você. Por exemplo, se seu pai não estava emocionalmente disponível para você (ou seja, não fez você se sentir amado, cuidado ou apoiado), isso pode torná-lo intencional para procurar um homem emocionalmente indisponível.

Por que? Você está inconscientemente esperando conseguir o que não conseguiu quando criança com esse novo relacionamento na idade adulta. Essa tendência profundamente arraigada a parceiros ausentes está embutida em seu chakra raiz, que é o primeiro chakra localizado na base da coluna e associado ao instinto, sobrevivência, aterramento, família e segurança. Isso acontece porque nos sentimos mais confortáveis com a dor que conhecemos do que com a dor que não conhecemos. Portanto, voltamos ao mesmo tipo de cara ou ao mesmo modelo de relacionamento, tentando reconstituir nosso passado para consertá-lo, mas isso nunca acontece.

2. Você não pode parar de reencenar o passado

Nossa criança interior reencena o passado escolhendo o mesmo tipo de parceiro repetidamente e ficando desapontada repetidas vezes, na esperança de que uma descoberta aconteça. Ele vai mudar, ela vai mudar e tudo vai melhorar. Para quebrar esse padrão, você precisa superar o desconforto da mudança e o medo do desconhecido. A única maneira de melhorar é para de esperar que essa pessoa mude e apenas dizer não.

Esse é o verdadeiro avanço – reconhecer o padrão e, em seguida, tomar uma decisão consciente de não voltar a trilhar esse caminho, mesmo que pareça confortável, seguro e familiar. É chamado de “dores de crescimento” por uma razão – o crescimento é doloroso. Precisamos correr riscos, entrar no desconhecido assustador e nos expandir emocional e espiritualmente de maneiras que nunca fizemos antes. Pode parecer muito desconfortável no início. Mas as recompensas valem a pena.

3. Você não reconheceu seus comportamentos

Reconheça o fato de que é você quem está trazendo as pessoas erradas para sua vida. Mistério resolvido. O negócio é o seguinte: todos os que entraram na sua vida, não só entraram em sua vida por um motivo, mas porque você os atraiu para si. Ninguém atrai voluntariamente o trapaceiro, o agressor ou a pessoa emocionalmente indisponível, mas estamos programados em um nível profundo para atrair o que pensamos que merecemos e o que sabemos, a que estamos acostumados.

4. Você acredita que merece

Uma vez que você realmente acredite que é digno do amor que merece, você atrairá um parceiro que realmente o merece. Bons parceiros são atraídos por mulheres que são confiantes e têm limites saudáveis. Maus parceiros são atraídos por mulheres que estão quebradas por dentro, porque podem manipulá-las e tirar vantagem delas. Conserte o que está quebrado, torne-se mais autoconfiante e ame a si mesmo, e essa energia positiva atrairá uma pessoa mais positiva. Isso é o que chamamos de “lei da atração”. Semelhante atrai semelhante. Até que você mude a crença fundamental de que não merece o melhor, você continuará namorando caras que desapontam.

Aumente sua autoestima por meio de afirmações diárias positivas (ou seja, “Eu sou bonita”, “Eu valho a pena”), crie um quadro de visão que mostre especificamente como você deseja que seu relacionamento ou vida seja. Existem técnicas de respiração usadas no Tantra para se mover do estado do cérebro esquerdo, onde você está preso em seus papéis anteriores, ao estado do cérebro direito, onde você sente que tudo é possível.

5. Você não está abrindo seu coração

Todo mundo diz que tem um coração aberto, mas é realmente verdade? Você provavelmente ainda está pensando: “Sim! ” Mas considere o seguinte: se você está preso em um relacionamento em que não consegue o que precisa, por que ainda está nele? É porque você tem medo de sair e não está aberto para mudanças. Para abrir seu coração, você tem que superar esse medo e estar aberto para o desconhecido.

Há uma meditação chamada “Coração Tântrico”. Visualize que sua alma é a rainha da sua vida e o trono dela é o seu coração. Seu coração deve tomar todas as decisões em sua vida sem medo, mas sua mente é o servo assustado que guarda a porta do seu coração. Se formos feridos no passado, com o tempo nossas mentes trancarão essa porta por medo. Para abrir essa porta e abrir seu coração, você precisa superar o medo.

Use uma afirmação diária com trabalho de respiração para abrir o chakra cardíaco. Inspire profunda, longa e lentamente e diga: “Inspirando, eu amolento meu coração para receber amor”. Quando você expirar lentamente, diga: “Exalando, eu deixo o medo ir”. Comece o dia com cinco minutos disso e você sentirá uma mudança. Outras pessoas também verão uma mudança em você. Não se surpreenda se você atrair um tipo de pessoa totalmente diferente, alguém que está pronto para ser íntimo e vulnerável. Se você estiver preso em um relacionamento ruim, talvez as rodas se soltem e você siga em uma direção mais saudável.

Outras reflexões para você

A raiva é uma emoção desprezada em nossa cultura. Se você foi ensinado desde cedo a sentir vergonha, por ter raiva ou por expressá-la, você...
O estresse influencia negativamente nos nossos desejos mais íntimos. Descubra como revitalizar sua vida sexual e recuperar sua energia...
Segundo alguns estudos, o número de pessoas que praticam meditação, está aumentando com o passar do tempo e a tendência é que esse número...
A vida é como um rio que nasce no alto da montanha e segue seu curso rumo ao mar. Durante esse percurso, enquanto o rio não se torna MAR e...
Problema que atinge 1 em cada 4 brasileiros. A condição se instala a fatores físicos e psicológicos. É considerado uma ejaculação precoce...
Parece que está cada vez mais difícil se relacionar amorosamente. Segundo Zygmunt Bauman, estamos vivendo a era dos amores líquidos, onde o...
Muitos me perguntam o que é o Tantra e como desenvolvo meu trabalho ... A primeira pergunta é realmente desafiadora pois é impossível...
Os homens têm mais centros de prazer do que se imagina. Além das áreas obviamente sensíveis, existem várias outras zonas mais erógenas, que...
Uma vez eu li em um livro que tratava de cura pélvica feminina que existem determinados traumas que somente um homem poderia curar numa...
Planta poderosa facilmente encontrada em São Paulo, Minas Gerais e nos estados do centro-oeste. Tem ação antioxidante, anti-inflamatória,...
A desigualdade de orgasmos entre homens e mulheres não é apenas um problema individual. 75% dos homens chegam regularmente ao orgasmo em...
Nem sempre é fácil assumir as nossas sombras, nossos monstros, nosso lado sombrio e obscuro. Aquele lado que geralmente a gente tenta...
Todos somos pessoas, e pessoas são livres, no entanto, devido a nossa carga cultural, ancestral e a questões emocionais não trabalhadas,...
A medida em que o mundo se desenvolve e que a nossa sociedade se moderniza, o único problema que ainda não podemos evitar é o estilo de...
A diferença entre a liberdade de alguém e a autoindulgência, é que eles estão dispostos e corajosos o suficiente para integrar e enfrentar...
Como é a nudez pra você? A sua própria e a das outras pessoas? Acha belo? Vulgar? Te incomoda ou de fascina de alguma forma? Há quem se...
Beijo na boca: Quantas sensações podemos ter, impressões e estímulos. Acessamos o gosto do outro, a respiração e o ritmo. Já se perguntou...
Você sabe qual a diferença entre orgasmo e gozar? Apesar de muitas pessoas acreditarem que existem grandes diferenças entre as sensações,...
Que atire a primeira pedra a mulher que nunca fingiu um orgasmo... Isso ainda é tão comum nos dias atuais que eu fico me perguntando se...
Veja todos

Receba novas reflexões por email...