Lavagem cerebral

Lavagem cerebral

publicado por Deva Harischandra Jéssica

Sempre ouvimos falar em lavagem cerebral como sendo algo negativo, uma reforma de pensamento imposta às pessoas, alterando suas crenças e atitudes sobre determinados assuntos ou dogmas.

Hoje vamos falar de lavagem cerebral como algo positivo.

Há em nossas mentes, uma infinidade de crenças que adquirimos ao longo da vida e sequer nos questionamos sobre elas, apenas as aceitamos como verdades absolutas. Estamos cheios delas em diversos aspectos: sobre quem somos, sobre o que temos que fazer na vida, sobre sucesso, sobre o amor, sobre formar uma família em um determinado modelo, sobre certo e errado, sobre padrões a serem seguidos, sobre religião e espiritualidade, sobre liberdade, sobre justiça, sobre o fluxo da vida, sobre ancestralidade, sobre diversidade, sobre violência, sobre crimes, sobre estudos, sobre ser uma pessoa correta, sobre bem e mal, sobre a natureza, sobre alimentação, sobre trabalho, sobre sexualidade, sobre lazer, e sobre mais um montão de coisas...

Por vezes, essas crenças são bastante destrutivas, repressoras, limitantes, violentas, e nos fazem enxergar a vida como algo a se empurrar, acreditamos que “é assim mesmo” e vamos sobrevivendo até o dia de nossa morte, com alguns momentos de felicidade e uma infinidade de durezas e amarguras.

É possível limpar a mente dessas crenças, e é nesse sentido que estamos falando de lavagem cerebral. Retirar todo esse lixo que nos foi passado e nos apropriamos dele.

Nas páginas 172 e 173 do livro “Autobiografia de um místico espiritualmente incorreto”, o Osho diz:

“E o que há de errado em lavagens cerebrais? Deve-se lavar o cérebro todos os dias, mantê-lo limpo. Alguém gosta de baratas? Quando lavo o cérebro das pessoas, encontro baratas. São animais muito especiais. Foi comprovado cientificamente que onde há homens, há também baratas. Eles estão sempre juntos, são os mais antigos companheiros.

O que você tem em seu cérebro? Se você tem baratas em seu cérebro, lavá-lo está perfeitamente certo. Mas as pessoas tem dado a isso uma conotação muito errada. Essas são as pessoas erradas.

Os cristãos têm medo de que alguém lave o cérebro de outros cristãos porque então eles não serão mais cristãos. Os hindus têm medo, porque então essas pessoas não serão mais hindus. Os muçulmanos têm medo e os comunistas têm medo. Todos têm medo de lavagem cerebral, mas eu sou absolutamente a favor dela. Há um velho ditado que diz que a limpeza está perto de Deus. Agora não há Deus, então só restou a limpeza. A limpeza é Deus.

Não tenho medo de lavagens cerebrais porque não estou pondo baratas na cabeça de ninguém. Estou dando-lhes uma oportunidade de ter a mente limpa, e quem tem a mente limpa não permite que alguém atire lixo e estrume nela. Estes são os criminosos.

A lavagem cerebral não é um crime. Quem sujou o cérebro? Sujar a mente de outra pessoa é um crime, mas todas as religiões, todos os líderes políticos, usam sua mente como um vaso sanitário. Esses maus companheiros condenam lavagens cerebrais, mas elas são uma atividade perfeitamente benéfica.

Sou um lavador de cérebros, e aqueles que vêm até mim devem ter a concepção clara de que estão procurando um homem que com certeza lhes fará uma lavagem cerebral para limpar suas mentes de todos os tipos de baratas. Hindus, muçulmanos e cristãos são contra mim pela simples razão de que continuam introduzindo suas baratas e eu continuo lavando as mentes das pessoas. É simplesmente uma lavanderia religiosa moderna.”

Que a gente se permita lavar os nossos cérebros de todas as crenças que nos trazem sentimentos de culpa, dor, desaprovação, comparação, que nos forçam a sermos quem não somos e a nos esforçarmos para fazermos as coisas que não temos a menor vontade. E que com o cérebro limpo, possamos seguir alegres, com o coração vibrante, o espírito de criança, cientes de que a vida é celebração, crescimento, aprendizado, troca, parceria, amor, aceitação, fluxo, entrega, diversão, unidade e que a gente enxergue e se permita viver toda a sua beleza, entregues ao fluxo da existência.


Deva Harischandra Jéssica
Sou terapeuta do AMOR, trabalho tocando o corpo e a alma das pessoas. Acredito no trabalho de desenvolvimento do ser humano em sua integralidade com o método Deva Nishok. É um trabalho que transforma vidas.Trabalho com a massagem tântrica, nas seguintes modalidades:* Sensitive Massagem* Êxtase [...]

Veja o perfil completo

Quer receber as newsletters?