O Corpo

O Corpo

publicado por Deva Harischandra Jéssica

A todos esses questionamentos, a minha resposta é: Sim, eu já!

Um breve histórico

Desde muito cedo, internalizei que deveria me sentir feia, pouco inteligente, incapaz, inferior, não merecedora de muitas coisas que desejava...

Por questões culturais e sociais, cresci com enormes complexos, tinha muita vergonha de mim. Sempre muito magrinha, morria de vergonha do meu corpo, detestava deixar minhas pernas à mostra. Cresci em uma cidade de praias lindas e raras vezes me permiti me deliciar no mar tão exuberante desse lugar durante toda a minha adolescência e parte da vida adulta.

Sempre adorei a sensação de estar no mar, mas me privei por vergonha do meu corpo, por medo dos olhares e julgamentos alheios, por não me aceitar. Passei calor usando calças para esconder as minhas pernas, odiei meu corpo por muitas vezes.

Passei a adolescência esperando que meu corpo se transformasse, sempre carregada de complexos, me escondendo, me sentindo horrível, me odiando...

Mudanças de paradigmas

O Tantra me mostrou o caminho da aceitação, do amor próprio, da totalidade. Me mostrou que desconstruir todas essas crenças, dores, mágoas e se autodescobrir, se autocurar de tudo isso, se aceitar e se amar é indescritivelmente maravilhoso.

Como é delicioso ter a consciência de que o passado é um lugar onde não vivemos mais, que é possível caminhar sem dor, sem aqueles pesos que nos faziam mal, não mais naquele lugar de vítima, mas levar a vida de uma maneira leve, como protagonista da própria história e olhar pra trás com gratidão por ter vivido tudo o que viveu e por ter se tornado a pessoa que é hoje.

O Osho fala no livro do Ego, que a gente cria modelos impossíveis de alcançar e que a condenação e a culpa vêm desses modelos. Porque a gente é comparado o tempo todo não só pelos outros, mas pela gente também.

Ele fala que a gente deve substituir a palavra perfeição por plenitude. Não buscar ser perfeito, mas pleno. E nos aceitarmos como somos “perfeitamente imperfeitos”.

A gente adquire ao longo da vida verdades que não existem, medos que não fazem sentido por causa da visão do outro, crenças que assumimos como nossas, mas que não são nossas.

Quantas vezes nos cobramos mais que o necessário? Quantas vezes nos culpamos excessivamente? Nos julgamos de forma exacerbada? Nos criticamos? Quantas vezes somos legais e compreensivos com os outros e duros e agressivos com nós mesmos?

Deixemos para trás esses velhos e repressores modelos. Sejamos plenos!

O Tantra e o meu corpo

O Tantra é a fonte de coisas libertadoras na minha vida, seja no âmbito material, emocional ou espiritual.

A terapêutica tântrica de uma forma geral, seja através das meditações ativas, das vivências de renascimento, das respirações, da massagem tântrica, de todas as dinâmicas que vivenciei na Comunna Metamorfose e no Espaço Satya, foi extremamente significativa na minha vida.

Mas eu vou falar de uma forma mais específica sobre como a terapêutica tântrica me ajudou com tudo isso. Desde que tive meu primeiro contato, em janeiro de 2018, nunca mais deixei de vivenciá-la. E o desenvolvimento que tive ao longo do tempo me trouxe grandes mudanças.

É claro que ainda tenho minhas dores, crises, inseguranças, angústias... Mas hoje, reajo de forma muito mais consciente e acolhedora em relação a elas. E sei que estou no caminho, no meu tempo.

Mas posso assegurar que minha vida se transformou um monte. Por tudo isso, sou muito grata ao Tantra e hoje tenho o privilégio de trabalhar com a terapêutica tântrica e facilitar a pessoas, processos de descobertas sobre si mesmas. E estou à disposição para conversar sobre esse trabalho tão revelador, libertador, transformador e significativo.

Gratidão!

Deva Harischandra Jéssica
Sou terapeuta do AMOR, trabalho tocando o corpo e a alma das pessoas. Acredito no trabalho de desenvolvimento do ser humano em sua integralidade com o método Deva Nishok. É um trabalho que transforma vidas.Trabalho com a massagem tântrica, nas seguintes modalidades:* Sensitive Massagem* Êxtase [...]

Veja o perfil completo

Quer receber as newsletters?