Mantenha-se presente

Mantenha-se presente

publicado por Cervinka

Presença. Quantas vezes você já esteve em um local e, mesmo assim, estava ausente desse mesmo ambiente? Quantas vezes você esteve em uma atividade, exercendo determinada função, e ao mesmo tempo não estava com a cabeça ali? Quantas vezes você se sentiu inseguro ou insegura em um cenário que não oferecia risco? E, ao contrário, quantas vezes você esteve em um local inseguro e se sentiu plenamente em segurança? Quantas vezes você esteve com alguém ao seu lado e parecia que estava só e quantas vezes você esteve sozinho ou sozinha e parecia que estava completo ou completa, pleno ou plena?

Toda essa relação se resume na concepção de estar presente.

Estar presente não é somente estar fisicamente presente, com o corpo ali naquele local, com aquela pessoa, com aquele grupo de pessoas... Estar presente é estar consciente do momento em que está vivendo. Estar presente significa respirar a realidade do momento. Significa viver cada minuto sem se preocupar em demasia com o minuto que ainda vai acontecer. Planejar é importante, mas para um planejamento ser eficaz – ou o mais próximo possível do êxito – é preciso entender o momento presente, que é o ponto de partida, afinal.

Se deliciar com o momento presente não significa exatamente gostar de tudo o que está acontecendo ou de tudo que está próximo a você. Apreciar o momento presente é entender e absorver os aprendizados (oriundos muitas vezes das dificuldades), os benefícios, as conquistas e os desafios que aquele momento impõe.

Estar presente, por exemplo, significa ouvir atentamente o que o outro tem a dizer a você, e não fingir que está ouvindo ou prestando atenção. É realmente buscar escutar com atenção.

Estar presente é também identificar o que agrada e o que desagrada em determinado local, em determinado ambiente, incluindo o seio familiar, as relações amorosas, as interrelações trabalhistas, enfim. Em todos os momentos da vida existe um convite para a observação atenta, para o despertar da consciência. Aliás, a consciência desperta à medida que o conhecimento se faz presente.

Estar presente é saber a razão das escolhas que você toma, com sinceridade, e aceitar isso. Admitir que comprou determinado objeto por impulso emocional, e não por efetiva necessidade, não é demérito algum. É um reconhecimento de suas próprias atitudes. Estar presente é saber identificar em si mesmo ou em si mesma as ressonâncias de todos os estímulos que estão ao seu redor.

É possível estar presente, ter consciência do momento presente, até mesmo na solitude, ao ouvir a voz dos seus pensamentos, das suas angústias, das alegrias, daquilo que te dá prazer. Estar presente pode e deve se tornar um hábito. Esse é um dos principais convites que o Tantra faz a você a cada respiração, a cada mantra, a cada sessão de massagem, a cada meditação. Viva o seu presente!

Cervinka
Trabalho para o bem estar, relaxamento e autoconhecimento, por meio de diversas técnicas e terapias manuais e meditações. Ao longo de uma trajetória de quase 20 anos de atuação, busco a excelência no atendimento.Especificamente sobre a abordagem terapêutica por meio do Tantra, busco oferecer mais [...]

Veja o perfil completo

Quer receber as newsletters?