Sushumna Nadi, o rio de Kundaliní

Sushumna Nadi, o rio de Kundaliní

publicado por

Sempre que falamos de Tantra, falamos não só de técnicas e práticas corporais de intervenção direta, como a massagem Tântrica, ou mesmo da filosofia que aborda práticas diárias que estão em contato direto com nossas ações sentimentos e pensamentos.

Falamos também de entrar em contato com uma energia não tão densa quanto o corpo físico e seus órgãos vitais, e não tão sutil quanto o corpo energético, ou mais a nível de alma e espírito.

Quando falamos de Tantra também falamos sobre o fluxo de energia vital, energia orgone livre saudável pelo corpo e para o corpo em impulso benéfico da vida. As teorias de Freud para a neurose fundamentaram a pesquisa de Reich para a descoberta da energia orgone.

Reich, considerado a ovelha negra da psicanálise, acreditava que que traumas e bloqueios impediam o livre fluxo de energia vital no corpo, desenvolvendo doenças e desequilíbrios físicos e mentais. Ele afirmava também que a energia orgone está em constante movimento (como a própria natureza e seus ciclos) e que inclusive atua e influencia na formação do tempo.

Para Reich, um estado de orgone positivo está presente nas situações expansivas, felizes, solares, úmidas e quentes, enquanto o orgone negativo se apresenta por sua vez em situações rígidas, contraídas, tenebrosas, secas e frias.

A palavra Nadi, vem da raiz Nãd, que significa rio, córrego ou fluxo, e que são os canais pelos quais circula sua força vital no corpo sutil. No âmbito da densidade, no corpo físico, elas podem ser comparadas ao sistema circulatório. Temos no corpo dois sistemas circulatórios sanguíneos, o arterial e o venoso, que numa comparação ao corpo sutil de energia dos Nadis são Ida Nadi e Pingala Nadi.

Estes dois sistemas de Nadis, assim como no sistema circulatório tem suas funções distintas. Enquanto Ida Nadi carrega a força Yin, de energia feminina, composta pelos elementos água e terra, é lunar, materno, interno e repousa dando forma ao ser, Pingala Nadi é o seu polo oposto complementar de força Yang, masculina, composto pelos elementos fogo e ar, é solar, paterno, externo, baseado na ação e no fazer.

Enquanto Pingala semeia a terra, Ida espera florescer. A vida acontece nesse pulsar a todo instante, seja de forma sutil, seja de forma material. E assim como no campo da fisicalidade ambos os sistemas circulatórios mantem o equilíbrio de um só corpo físico, isso também se reflete no campo do sutil.

Este princípio dual está dentro e fora de nós, mas unidos por um complemento fundamental que assim como no campo denso, ambos os sistemas circulatórios são unidos pelo corpo físico, no campo sutil da energia de fluxo vital é a manifesto por Sushumna Nadi.

Sushumna Nadi é o principal canal energético do corpo e que circula da base da espinha até o topo da cabeça. Não por acaso, nossa anatomia física é disposta nessa dualidade com dois braços, duas pernas, duas orelhas, dois olhos. Mas se reparar bem, temos centralizado junto a coluna vertebral a genital, o umbigo e a boca, que são canais chaves para Sushumna Nadi.

Esse canal é o responsável por carregar e elevar a energia Kundalini, nossa força evolutiva primal e vital interna através de praticas do Tantra, de meditação e mesmo do Yoga. É através desse canal que desagua a energia vital sutil do corpo passando pelo canal primário do chakras, ativando nosso alinhamento interno superior, para longe dos desequilíbrios propostos pela vida atual e seus grandes desafios.

Quando nossos polos de energia Yin e Yang, Ida e Pingula, masculino e feminino estão em equilíbrio e balanceadas, Sushumna Nadi se abre e flui livremente a energia vital, a força Kundalini, fazendo com que nossa vida seja eterno fluxo e ruptura.

Mover-se em direção ao processo de movimento natural é o propósito do Tantra e da força vital. Assim como uma veia ou artéria obstruída causa dano ao corpo físico, canais de energia e fluxo vital obstruídos podem causar danos aos diversos níveis de corpos que compõe nossa existência, causando igualmente danos ao corpo físico na sua forma de existir e permanecer no meio e no espaço em que se atua.

O Tantra te ensina a ser rio, e ser rio é ser fluído, é levar vida por onde se percorre, é ter sua própria forma e seu próprio intento.


Sasha - TANTRA TERRA
Terapeuta Tântrica Corporal, formada em todas as modalidades do Método Deva Nishok, iniciada no ISTA - SSSEX Level I (Spiritual Sexual Shamanic Experience), Terapêuta Quântica formada em Processos de Access Consciousness (Barras Access & Facelift) e Meditações com aplicações de Tons Pineais. Mestre Reikiana, Mentora [...]

Veja o perfil completo




Outras reflexões

Acredito que responder “SIM” a essa pergunta seja uma busca de todos que estão se conectando com a vida de uma forma mais espiritualista....
Fiz esse texto para falar sobre traições amorosas, onde muitas vezes relacionamentos chegam ao fim, e tem aqueles que tudo suportam e...
Continuando do último artigo aonde falamos profundamente sobre larvas astrais, vamos buscar elucidar o entendimento vibracional dessa...
Ter consciência corporal significa reconhecer os sinais que o corpo emite.Nesse sentido, podemos perceber sinais físicos de que o nosso...
Até hoje em pleno século XXI (2020) é incrível a quantidade de pessoas que por falta de conhecimento ou preconceito ainda não chegaram a...
Praticar o Tantra com seu amor pode estar a luz de distância de como vocês faziam amor .É possível que vocês sintam - se mais próximos do...
O Tantra é chamado de caminho da transformação do desejo, tendo como objetivo principal se tornar mais íntegro e completo, e o Sagrado...
Bem-vindos ao ano do Sol! Nosso astro regente desse ano nos surpreendeu com alguns acontecimentos que, sinceramente, quem não esperava uma...
Quando penso em desconstruir crenças limitantes não consigo pensar em nada mais poderoso do que o tantra, A prática tântrica aponta na...
No nosso último artigo, falamos sobre o tema Implantes astrais, o que são e como atuam na sexualidade. Afirmamos de forma resumida do...
Veja todos

Eventos com data marcada

maio 2024 Brasilia DF
maio 2024 Brooklin, São Paulo SP
maio 2024 São Paulo (Capital) SP
maio 2024 Santos SP
maio 2024 Itapeva MG
  • 25 a 26 maio 2024
  • Exclusivo para Mulheres
  • Comunna
  • sábado 9h a domingo 15h
  • Perfil de Surya SangeetaSangeeta Saiba +
maio 2024 Vila Mariana SP
maio 2024 Itapeva MG
  • 30 mai a 2 junho 2024
  • Comunna
  • quinta 16h a domingo 16h
  • Perfil de Deva NishokNishok Saiba +
junho 2024 Itapeva MG
junho 2024 Caxias do Sul RS
  • 8 a 9 junho 2024
  • Espaço Gaya
  • sábado 8h a domingo 19h
  • Perfil de Prem Gaya (Melissa Bittencourt)Gaya Saiba +
junho 2024 Itapeva MG
junho 2024 Caxias do Sul RS
  • 15 a 16 junho 2024
  • Espaço Gaya
  • sábado 8h a domingo 18h
  • Perfil de Prem Gaya (Melissa Bittencourt)Gaya Saiba +
junho 2024 Garopaba SC
junho 2024 Itapeva MG
julho 2024 Belém PA
  • 1 jul a 14 agosto 2024
  • segunda 18h a quarta-feira 20h
  • Perfil de Nana TantraNana Saiba +
julho 2024 Itapeva MG
julho 2024 Itapeva MG
julho 2024 Itapeva MG
agosto 2024 Itapeva MG
agosto 2024 São Paulo (Capital) SP
agosto 2024 São Paulo (Capital) SP
agosto 2024 Itapeva MG
agosto 2024 Itapeva MG
setembro 2024 São Paulo (Capital) SP
  • 4 a 25 setembro 2024
  • Spaco TantraNana
  • quarta 19h a quarta-feira 22h30
  • Perfil de Nana TantraNana Saiba +
setembro 2024 São Paulo (Capital) SP
setembro 2024 Itapeva MG
setembro 2024 Itapeva MG
  • 27 a 29 setembro 2024
  • Turma Extensiva - Módulo 3
  • Comunna
  • sexta 19h a domingo 15h30
  • Perfil de Surya SangeetaSangeeta Perfil de Deva NishokNishok Saiba +
outubro 2024 Itapeva MG
outubro 2024 São Paulo (Capital) SP
outubro 2024 Itapeva MG
outubro 2024 Itapeva MG
novembro 2024 Itapeva MG
novembro 2024 Itapeva MG
  • 14 a 17 novembro 2024
  • Comunna
  • quinta 17h a domingo 15h
  • Perfil de Deva NishokNishok Saiba +
dezembro 2024 Itapeva MG
dezembro 2024 Itapeva MG