O que é Constelação Familiar?

O que é Constelação Familiar?

publicado por

Constelação familiar é um processo terapêutico em que se utilizam representantes para acessar as memórias ancestrais em busca da solução de um determinado problema (tema). O constelador (quem conduz a constelação familiar, terapeuta) realiza uma breve investigação de fatos da história familiar buscando padrões. Geralmente, o tema está relacionado com algum tipo de repetição indesejada e pode ser em diferentes áreas da vida: financeira, relacionamento amoroso, trabalho, saúde, pedagógico, entre outros. A área da vida não será o que definirá o tema. O tema tem que ser o mais específico possível. Por exemplo: se falamos da área financeira, o tema pode ser ganhar dinheiro, ou economizar, planejar, não conseguir conquistar o que deseja com o dinheiro, entre outros. Sendo assim, temos uma infinidade de temas dentro de uma única área da vida.

Constela-se um tema por vez, não é possível constelar mais de um tema por constelação. E não se constela o mesmo tema mais de uma vez, pois, se o tema já foi trabalhado, existe um tempo para que a solução se apresente na vida da pessoa. Às vezes, a pessoa se deparou com uma realidade que ainda não conhecia e precisa de um tempo para assimilar, ou estava em conflito interno, sendo assim, quem constela pode ver o resultado logo após a constelação ou até em 03 anos após a realização dela, depende muito de pessoa para pessoa.

Quando constelamos, buscamos resolver emaranhados que são situações, fatos que ocorreram no passado e que nos afetam hoje. Podemos conhecer ou não esse emaranhamento, por exemplo: um constelando (quem traz o problema para ser constelado, cliente) pode relatar que a avó era desastrada e vivia roxa, pois caía muito e se machucava muito nas coisas. Esse constelando, investigando mais sobre a história da família, acaba descobrindo que a avó, na realidade, sofria agressão do avô e todo mundo na família fingia que não sabia da situação, sem olhar para o problema e negando a situação. Esse emaranhado pode causar dinâmicas relacionadas à violência para os ancestrais da avó, pois é uma dinâmica que existia na família e ninguém queria olhar. Alguém de uma geração mais nova pode repetir e pegar essa dinâmica por amor à avó. Como se dissesse: “Eu te vejo, minha avó, por isso faço o mesmo para te incluir e incluir essa dinâmica da minha família”. Olhando para avó e olhando para esse emaranhamento, o constelando consegue ressignificar o ocorrido, e, dessa forma, conquistar a cura, quebrando um padrão, sentindo- -se livre para fazer diferente sem a necessidade de repetir os passos de seus ancestrais.

Por que alguém repetiria algo que não é bom? No exemplo anterior sobre a avó, quem gostaria de ser violento ou sofrer agressão? Como funciona essa inclusão se avó já faleceu? Quem se sujeitaria a sofrer simplesmente para ver que a dinâmica existe na família?

Falando em linhas gerais, essa avó pode ter se sentido excluída da família, incompreendida, ou até mesmo julgada pela família por permanecer casada com seu agressor. Hellinger diz que, muitas vezes, para incluir algum ancestral, repetimos seus passos. Como se disséssemos: “Pode parar de sofrer que eu resolvo a partir de agora”. Como uma mãe que, se tivesse escolha, preferiria ficar doente do que ver seu filho doente. Inconscientemente, preferimos sofrer do que vermos quem amamos sofrendo. Dessa maneira, conhecendo ou não essas dinâmicas, repetimos e, assim, vão se formando padrões na família ou na nossa vida, pois, muitas vezes, é difícil resolver ou se livrar desses

padrões. Por essa razão é que entramos em negação, ou olhamos para a história similar de nossos parentes com desdém, com julgamento, e nos colocamos no lugar de vítimas, enfim, por uma série de motivos, não olhamos para a solução do problema e repetimos os padrões mesmo não gostando disso. Segundo Hellinger, a solução está na mudança entre “o eu” e o “próprio ser” ampliando as possibilidades, ampliando o olhar para o sistema como um todo,

não somente para o indivíduo.


Vanessa da Silva (Deva Yatri)
Psicoterapia Corporal, Terapeuta formada em Terapia Tântrica, Renascimento e Terapias Integradas de Respiração pela Comunna Metamorfose. Formada em ThetaHealing, TRE® Tension Release Exercises (Exercícios de Redução das Tensões e Estresse), Formada em Hipnose Terapêutica pelo Instituto Elsever - SP, Coaching pelo Instituto Kalíle e PSC [...]

Veja o perfil completo

Outras reflexões para você

Até hoje em pleno século XXI (2020) é incrível a quantidade de pessoas que por falta de conhecimento ou preconceito ainda não chegaram a...
Você tem o hábito de expressar o que sente? Ou abafa as suas emoções para não desagradar ou ser visto como chato(a)? Tudo o que sentimos é...
Prioridade, segundo o dicionário pode ser definida como: “condição do que é o primeiro em tempo, ordem, dignidade.” Quais tem sido suas...
Digo, SENTIR MESMO!Em qualquer lugar, a qualquer momento.Sentir, escutar, perceber.Geralmente só prestamos atenção quando ele reclama....
Nos meus atendimentos, quando mulheres falam de suas questões de sexualidade, grande parte me faz os seus relatos falando do parceiro.Do...
Com a Revolução Industrial surgiram ideias como “Tempo é dinheiro”, “Não podemos perder tempo”, “Ficar sem produzir algo que gere dinheiro...
Eu fiz uma breve leitura pelo Google e me deparei com algumas matérias, em sua maioria as mulheres relatam que preferem pênis maiores, mas...
Movendo energia, movemos amor. Movendo energia, movemos quem somos a partir do nosso centro de poder. Movendo energia, movemos nossa luz....
Que o contexto atual nos obriga a ficar em casa, isso todo mundo já sabe. Então, que tal tornar esse período, que por mais longo que...
Nós assumimos e nos identificamos com tantas características. Construímos e alimentamos uma identidade perante a sociedade. Somos tantas...
Todo mundo gosta de se sentir bem consigo mesmo, de receber elogios, de se sentir amado, querido do jeito que é. Quando sentimos, esperamos...
Quando você faz trabalhos com você mesma de autoconhecimento corporal, autoprazer, meditações ativas para liberar suas emoções, você fica...
Entrevista conduzida por Andréia Félix: Deva Nishok: Tantra é uma palavra que, em Sânscrito, significa “Tramas”, os fios de comportamento...
Uma das coisas que a Terapia Tântrica proporciona é a descoberta de coisas sobre si que você jamais imaginou. Numa sessão podem vir risos,...
A gente tem tanto a crescer quando o assunto é aceitação, né? Passamos a infância sendo ensinados que devemos competir o tempo todo, temos...
Todos passamos por épocas em que nos odiamos, não gostamos muito do nosso corpo e muito menos temos consciência a respeito da nossa...
Da vergonha: De ser quem se é.De gostar do que gosta.Da sua história de vida.Da sua condição social.Do seu corpo. Da dureza: No olhar.Nas...
Nos meus atendimentos no formato online e presencial aqui em Brasília, é muito comum alguns homens procurarem a terapia relatando essa...
Planta poderosa facilmente encontrada em São Paulo, Minas Gerais e nos estados do centro-oeste. Tem ação antioxidante, anti-inflamatória,...
Veja todos

Receba novas reflexões por email...