O que você faria se não tivesse medo?

O que você faria se não tivesse medo?

publicado por

O que aconteceria se nunca pensássemos pequeno? E se você fizesse todas as coisas que tem vontade? E se você fosse livre para viver sua vida todos os dias?

É interessante ver por que pensamos pequenos, por que não fazemos todas as coisas que passam em nossas mentes, por que não fazemos tudo o que realmente queremos fazer.

Quando pensamos em vidas humanas, uma alma nasce na Terra. Essa alma deve cumprir a sua missão e depois deixa de existir neste planeta. Por que essa alma não faria tudo o que deseja? Por que isso ficaria à margem, de alguma forma?

É como se fossemos levados ao maior parque aquático e acreditássemos que não podemos ir a todos os brinquedos, e que temos que apenas sentar e assistir.

Porque? Algo ruim pode acontecer? Podemos nos machucar? Podemos parecer idiotas? Talvez morrer?

Bem, se nos machucarmos, nos curamos. Podemos parecer um idiota? Bem, isso é apenas sua mente tentando te boicotar. E morrer? Isso faz parte do processo, não há como mudar este fato.

Por que qualquer uma dessas coisas nos impediria de ter uma experiência?

AJUSTANDO-SE A IDEAIS DE PENSAMENTO EM GRUPO

Talvez seja porque aceitamos a definição de outra pessoa, do que era uma vida “adequada”, certa e razoável. Aceitamos tudo o que nosso meio social acredita ser o certo e é isso que fazemos.

Se nossos meios sociais são ricos e temos que manter uma certa postura na vida, então o fazemos. Se nossos círculos sociais são pobres e temos que manter uma certa atitude em relação ao mundo, então o fazemos. Se nossos círculos são “legais”, então também devemos resistir ao sistema e nos rebelar. Se nossos círculos são intelectuais, devemos fazer coisas razoáveis e racionais.

Mas não estamos aqui por tanto tempo.

É realmente por isso que viemos aqui? Para se encaixar na ideia de outra pessoa do que é “normal” e aceito?

É como se esquecêssemos que estamos aqui apenas por um curto período de tempo. Certamente, nossa energia não deve ser gasta vivendo de acordo com as ideias de outra alma, e esta deve cumprir sua própria jornada.

Mas muitos medos foram colocados dentro de nós e entre eles temos o medo de não se encaixar, o do abandono, o medo de não ser bom o suficiente, o de parecer estúpido, de ser ferido e até o medo de ficar sozinho.

E se olhássemos diretamente para esses medos e percebêssemos que eram todos absurdos?

Não há substância em nenhum deles. Eles são fumaça e espelhos. Eles só são reais quando você os ouve sussurrando do armário. Mas quando você abre a porta e olha para eles, não há nada lá.

FORÇA INTERNA

A razão pela qual esses medos sempre tiveram algum poder é porque colocamos nossa segurança e autoestima nas mãos e nas opiniões de outras pessoas.

Quando crianças, esperávamos que nossos pais nos protegessem. Talvez nós fomos à igreja e eles nos disseram que eles tinham as respostas para a salvação e sem eles, nós queimaríamos por toda a eternidade no fogo do inferno. Fomos para a escola e nossa inteligência foi determinada pelas provas feitas pela escola. O que determinava se éramos ou não aceitáveis socialmente, era o fato de sermos queridos ou populares na escola.

Não é de se admirar que procuremos a aprovação dos outros, e isso acaba provocando um conflito interno entre o que achamos que somos, com o que a sociedade espera que sejamos.

A fim de liberar esses medos, temos que encontrar uma verdadeira força interior. Não se trata apenas de cortar as cordas dessas seguranças fortes (embora imaginárias) em nossas vidas e depois nos debater com o vento.

Primeiro, encontramos uma nova forma interior. Para mim, esta é uma conexão com Deus e o universo. É também uma conexão profunda com a Natureza. É uma conexão com o todo. É uma conexão em algo maior do que apenas nossas pequenas vidas físicas. Mesmo que não possamos nomeá-lo, apenas saber que há outra coisa é perfeito.

Porque é aqui que encontramos a nossa força.

E quando encontramos força, encontramos coragem.


O QUE VOCÊ REALMENTE QUE FAZER?

Digamos que você encontre essa força interior. Digamos que, com essa força, você encontre uma coragem incrível para fazer qualquer coisa.

O que você gostaria de fazer?

Se não houvesse medo algum, o que você faria?

E se o seu único objetivo na vida fosse viver de verdade?

O que você faria primeiro?
--
Namastê,

Deva Karuno
IMPORTANTE 1: Eu não retiro a roupa e nem fico de roupa íntima! A Terapia/Massagem Tântrica não é um serviço sexual ou erótico. O trabalho é meramente terapêutico, sem qualquer alusão fantasiosa ou fetichista. IMPORTANTE 2: Só trabalho sob agendamento antecipado, principalmente em cidades fora [...]

Veja o perfil completo

Outros reflexões para você

Quando penso em desconstruir crenças limitantes não consigo pensar em nada mais poderoso do que o tantra, A prática tântrica aponta na...
Dando continuidade de nosso último artigo aonde falávamos sobre orgasmo do ponto de vista de pesquisa, trouxemos a entrevista do senhor...
Pensamos, então existimos! Certo, mas quanto desse pensar é realmente nosso? Se Descartes fosse tântrico, muito provavelmente sua célebre...
Você já ouviu falar na massagem Lingam? Essa é uma das mais célebres práticas do Tantrismo e já ajudou milhares de homens a terem uma vida...
O que aconteceria se mudássemos totalmente o nosso pensamento, para uma mentalidade de crescimento? Significaria que nossa mente está...
O Masculino relaxado no seu poder. Dentro do que você busca no Tantra e se propõe a praticar o que realmente te sustenta na pratica dessa...
Nesse texto me refiro a vibrador clitoriano, os modelos menores que só vibram e encaixam perfeitamente no clitóris. Modelos de pênis de...
A vida tem como ponto de partida a conexão entre duas pessoas. No espaço entre o nascimento e a procriação o ser vem de uma conexão e a...
Dizem que mais cedo ou mais tarde todo homem irá brochar, pelo menos uma vez na vida. Se tratando de fatores patológicos como hipertensão e...
O início de uma trajetória é sempre caracterizado por um único passo. É ele que desencadeia uma série de outros, responsáveis por colocar...
Quando você não está em casa, permite que alguém venha lhe visitar? Ou, você visita alguém que não está para te receber? Se lhe parece um...
A diferença entre a liberdade de alguém e a autoindulgência, é que eles estão dispostos e corajosos o suficiente para integrar e enfrentar...
“Nossa! Não tem nem vergonha na cara!”, a essa expressão tão corriqueira entre nós, eu digo: “Quem me dera... É um objetivo pra mim! Quero...
A masturbação é parte do processo natural do desenvolvimento da sexualidade. É a nossa primeira relação sexual.Quando uma mulher não...
Ele estava meio triste. Tinha terminado um relacionamento longo há 5 meses. Estava tentando ficar bem. Sentia que tinha que fazer algo a...
No Tantra não há julgamentos, repressão, cultiva-se o processo de se perceber, despertar a sensorialidade, descobrir novas áreas e...
A menopausa É um declínio natural nos hormôniosreprodutivos quando a mulher atinge a faixa etária de 40 anos. Os ovários param de produzir...
A grande maioria do público LGBTQIA+ sofre um tanto mais quando o assunto é sexualidade. Os conflitos internos e as dificuldades nas...
Coisa mais perfeita é beijar... O beijo é um ato tão lindo, tão maravilhoso, tão amoroso, capaz de transmitir tantos sentimentos elevados....
Osho, Como o fenômeno humano de se apaixonar pode ser transformado pelas pessoas numa meditação?Esta é a maneira mais fácil. Na...
A solidão não é causada pela falta de contato com as pessoas, mas sim pela falta de conexão conosco mesmo, com nossa base divina. Às vezes,...
Veja todos

Receba novas reflexões por email...