O Tantra no combate da anorgasmia

O Tantra no combate da anorgasmia

publicado por Sangito Deva

tags: tantra, terapeutica-tantrica, disfuncoes-sexuais

Uma das disfunções sexuais que mais atingem mulheres em todo o mundo é a incapacidade de atingir o orgasmo – tecnicamente chamada de anorgasmia. Assim como diversas dessas disfunções, a anorgasmia pode ter origens fisiológicas – uma lesão neurológica, algum trauma medular ou no sistema nervoso – porém a maioria dos casos trata de questões psicológicas – experiências traumatizantes, educação sexual extremamente repressora, falta de informação e conhecimento do próprio corpo, etc.

O que muitas vezes parece ser um problema secundário, de menor importância, pode acarretar em uma série de consequências e sequelas, não só para a mente quanto para o corpo. O orgasmo tem função terapêutica – ele reequilibra a produção hormonal, alivia tensões, reduz o nível de estresse, diminui a dor e aumenta a fertilidade. Tudo isso mexe com autoestima, com a maneira da mulher se perceber. Não é raro encontrarmos, dentre as vítimas desse mal, mulheres que aceitam essa condição, pensam que simplesmente não foram feitas para o orgasmo e que desistem de se relacionar.

O Tantra e a sensação orgástica

A terapia tântrica tem se mostrado muito eficaz no tratamento da anorgasmia feminina. A abordagem que o terapeuta tântrico costuma adotar nesses casos, geralmente, se inicia com a desgenitalização do orgasmo. A sensação orgástica – as descargas bioelétricas geradas por agrupamentos musculares devidamente estimulados – não está vinculada estritamente aos genitais, como a maioria imagina. É possível senti-la com estímulos em todo o corpo. No tratamento da anorgasmia, essa expansão da sensibilidade pode ser libertadora e só o início desse processo já apresenta uma série de relatos de cura.

A Terapêutica Tântrica

Mas, durante os atendimentos de terapia tântrica, o próximo passo, após a desgenitalização do orgasmo, é a tonificação dos músculos do órgão sexual. É muito comum entre as mulheres anorgásticas que seus músculos vaginais estejam despreparados e hipotônicos. Da mesma forma que um atleta precisa preparar seu corpo para uma grande prova, os músculos sexuais também podem ser tonificados para elevar o nível de prazer e a carga bioelétrica que podem sustentar. Para isso são sugeridas algumas sessões de massagem tântrica que, não apenas os desenvolve, mas também conecta esses músculos a outras cadeias musculares no organismo, expandindo ainda mais a sensação orgástica. Algo completamente diferente da masturbação, por exemplo, que condiciona a pessoa aos mesmos estímulos, trabalhando um grupo limitado de músculos.

Descobrindo e conhecendo seu corpo

O principal resultado é o descobrimento e reconhecimento do próprio corpo. Encontrar os gatilhos, as alavancas que impulsionam o próprio prazer. E para conseguir levar seu paciente a esse patamar de autopercepção, o terapeuta precisa estar desconectado de qualquer intenção de sexo ou desejo. Todo o toque, toda a massagem, embora atinja a região dos genitais e trabalhe com a energia do orgasmo, não pode e não deve ter nenhum cunho sensual. Não existe essa relação em um atendimento de terapia tântrica e não pode existir; esse viés sexual só aumenta o condicionamento trazido pela paciente à sessão e reforça ainda mais os bloqueios tanto psicológicos quanto fisiológicos. É um trabalho que requer uma grande entrega, por isso deve ser feito com muito respeito pelo corpo do outro. Para o Tantra, todo corpo é divino e deve ser tratado como tal.

Sangito Deva
Encontrei no Tantra um caminho de cura muito profundo; desde as minhas primeiras práticas em 2004 percebi que o Tantra tinha um potencial de aliviar muitas das minhas neuroses e compulsões ligadas à sexualidade. Desde então não parei de mergulhar. Em 2013 comecei as práticas [...]

Veja o perfil completo

Encontre terapeutas, atividades e espaços de Tantra próximos à você:



Outros artigos interessantes para você

A Experiência Oceânica é um estado alterado de consciência e percepção que pode ser alcançado através do orgasmo ou de meditações que...
Arte de Jana Brike Uma das perguntas mais freqüentes que eu recebo é: “Como faço para ter orgasmos?” e um dia destes, no final de um...
A desigualdade de orgasmos entre homens e mulheres não é apenas um problema individual. 75% dos homens chegam regularmente ao orgasmo em...
É muito interessante ouvir o que as pessoas pensam a respeito de sexo. Mais interessante ainda é ver a confusão que se faz a respeito de...
Entrevista conduzida por Andréia Félix: Deva Nishok: Tantra é uma palavra que, em Sânscrito, significa “Tramas”, os fios de comportamento...
O Tantra possibilita que o homem alcance o mais profundo e significativo sentimento de religiosidade que esteja totalmente impregnado de...
Você tem amigos? Como está a sua rede de amigos influentes? Que tipo de influência os seus amigos exerceram ou ainda exercem sobre você?...
Atendo homens como terapeuta tântrica desde 2014. E desde que comecei, muito do que eu pensava sobre eles se transformou e hoje posso a...
Esta é uma entrevista que foi concedida por email para a Revista Men's Health, em 14/05/2015. Pela importância das informações descritas...
A prática do mantra e da paramita,a instrução em sutras e preceitos,o ensino das escolas e das escrituras,não levarão à percepção da...
Por Deva NishokTantra é um termo amplo, pelo qual antigos estudantes de espiritualidade na Índia designavam um tipo muito especial de...
Algumas vezes, as pessoas que me procuram ficam frustradas quanto ao resultado da Terapia, pois estavam na expectativa de "uma...
O orgasmo corresponde a uma concentração de descargas bioelétricas que percorrem o corpo, gerando contrações musculares, seguidas de...
O contato com o Tantra possibilita uma espécie de sabedoria que não é o saber racional e lógico usual, da forma como o conhecemos. Santo...
Depressão é uma desordem psiquiátrica muito mais frequente do que se imagina. Estudos recentes mostram que 10% a 35% das pessoas apresentam...
Veja todos

Quer receber conteúdo exclusivo no conforto do seu email?