Terapia Tântrica: O que é e como funciona?

Terapia Tântrica: O que é e como funciona?

publicado por Deva Okmar Anand (João Molden)

tags: tantra, massagem-tantrica, terapeutica-tantrica, sexualidade, terapia-tantrica

Quando falo para as pessoas que sou Terapeuta Tântrico suas expressões sempre mostram um misto de curiosidade com desconfiança. E uma série de perguntas vem em sequência. As primeiras questões são quase sempre referentes as massagens genitais, seguidas de como “aguento” não ficar excitado presenciando alguém em êxtase na minha frente.

Nesse post vou tratar da primeira parte: O que é a Terapêutica Tântrica, como funciona e o que esperar dela. Mais tarde escreverei outro artigo sobre o(a) Terapeuta Tântrico(a).

1. Terapia Tântrica não é Tantra.

Sim, apesar de as duas práticas compartilharem de uma mesma filosofia, é verdade.

Escrevi um artigo recente sobre o que é o Tantra como modo de vida (pode ler clicando aqui). A Terapêutica Tântrica usa de algumas teorias e práticas do Tantra para ajudar os interagentes a terem mais consciência de seus corpos e lidarem com suas sombras. Porém também utiliza de outras técnicas contemporâneas vindas da Bioenergética, PNL e psicoterapeutas corporais como Wilhelm Reich ou sexólogos como Joseph Kramer.

Sob meu ponto de vista as técnicas desenvolvidas por esses visionários não são nada mais que a transmutação ocidental da filosofia oriental de como a energia flui em nosso corpo e como a energia sexual (aqui descrita não como a energia do sexo, mas também a energia que nos dá vitalidade, criatividade e vontade de viver) pode ser elevada afim de que se espalhe pelo corpo, ative os outros chackras e dissolva memórias não resolvidas de traumas, vivências e/ou limites construídos por uma educação e um modo de vida repressor em vários sentidos.

“A mensagem do TANTRA é que, nós deveríamos ter uma vida livre e natural, criativa e divertida, e não viver de uma maneira reprimida. Tantra aconselha a nos aceitar totalmente como nós somos, seguir com energia, bondade, amor e entendimento. Segundo o Tantra, todos nós somos bons por natureza, e só precisamos de um crescimento natural. Mesmo as más qualidades não são citadas aqui, como ruim ou do mal. Tudo é pro bem. Quando aceitamos nós mesmos na totalidade, o conjunto de bons e maus pontos, reorganizamos nós próprios, levando a uma maior harmonia, suavidade e agradáveis momentos.” (Osho)

O Tantra como filosofia abrange todos os aspectos da existência e prega a auto-consciência através de um modo de vida libertário e naturalista. Nada é certo ou errado para o Tantra, mas sim o que faz você ser você mesmo em sua essência. Sem sombras, repressões, tabus, fugas ou materialismos influenciando em seu estado de ser. A Terapêutica Tântrica deve seguir pelo mesmo sentido.

2. Prometendo Orgasmos trascendentais? Desconfie.

Vemos muita gente promovendo a Terapêutica Tântrica unicamente como um caminho para o prazer sem limites. Não falo que isso não possa acontecer, inclusive numa primeira sessão, porém muitas vezes as pessoas saem frustradas da sala de atendimento com uma expectativa não alcançada. Vincular a Terapia Tântrica com orgasmos, ao meu ver, é ter uma visão limitada de um leque muito amplo de possibilidades e desenvolvimentos.

Todos temos nossos bloqueios, tabus e limites. Todo ser-humano tem suas sombras e esses bloqueios devem ser analisados, respeitados e trabalhados para serem dissolvidos gradualmente.

Reich falava que uma pessoa só consegue chegar em seu pleno potencial orgástico quando tivesse dissolvido todas suas couraças. Portanto (de novo, sob meu ponto de vista) a capacidade orgástica é consequência de um trabalho corporal integrado, e não deve ser levado como objetivo.

Em meu trabalho de desenvolvimento corporal existem sessões em que não há toque no genital, inclusive não existe nudez. Porém essas práticas são tão importantes ou até mais para que o corpo comece a acordar para novas sensações.

Interagentes relatam que se sentem mais sensíveis com seus parceiros e começam a ter um dia-a-dia mais relaxado e otimista. Esse é o “orgasmo” real e transcendental, é levar a vida de maneira orgástica, reaprender a olhar para seu corpo de maneira orgástica.

Porque, convenhamos, se tivéssemos um orgasmo do jeito que conhecemos por 5 minutos já estaríamos rezando para que ele acabasse. Rs

3. Então quer dizer que Terapia Tântrica não é a mesma coisa que Massagem Tântrica?

Não. As famosas massagens Yoni e Lingam são somente uma das técnicas que podem ser utilizadas para uma maior consciência corporal e elevação da energia sexual.

Junto com elas temos mais um sem número de massagens, muitas delas que não envolvem toque no genital, tampouco nudez. Temos também técnicas de respiração, práticas corporais e aproximadamente 112 meditações para serem usadas individualmente, em grupo ou em casal.

Influenciado por descobertas e teorias de Freud, Jung, Reich, etc o Ocidente, mesmo sem querer, preparou o terreno para o Tantra, pois todos eles concordavam em um ponto: Que todas as insanidades contemporâneas em algum ponto estão relacionadas a sexualidade e que a insanidade básica do homem é orientada pelo sexo.

“Chuang Tsu ou Gautama Buda, nunca usaram terapia pois não havia necessidade. As pessoas estavam simplesmente prontas, e você podia plantar os brotos de rosa sem limpar o solo. O solo já estava limpo.

Nesses vinte e cinco séculos o homem ficou tão sobrecarregado de entulho, tantas ervas daninhas cresceram em seu ser que estou usando terapia apenas para limpar o terreno, remover as ervas daninhas, as raízes, para que a diferença entre o homem antigo e o moderno seja destruída.

O homem moderno precisa ser feito tão inocente, tão simples, tão natural como o homem antigo. Ele perdeu todas essas grandes qualidades. O terapeuta precisa ajudá-lo – mas seu trabalho é somente uma preparação. Não é o fim. A parte final vai ser a meditação.” (Osho)

Então existe sim muita diferença entre contratar uma sessão de massagem e um pacote terapêutico, onde questões muito mais profundas poderão ser trabalhadas. Em uma única sessão de terapia corporal tântrica algumas questões já podem vir a tona, mas as couraças mais antigas só serão derretidas com um trabalho contínuo de desenvolvimento preparada para atingir os objetivos específicos de cada indivíduo.

Muitos falam que as massagens genitais são técnica milenares, mas por incrível que pareça foram criadas a não mais que 50 anos. Nenhuma das escrituras sequer mencionam técnicas de massagem para elevação da Kundalini.

As técnicas de massagens genitais foram desenvolvidas na Alemanha da década de 70 e a massagem Lingam (no pênis) como conhecemos foi criada pelo sexólogo Joseph Kramer na década de 70, após ter contato com a massagem Essalen e se interessar pelo Tantra, Taoísmo e bioenergética. Além das teorias de Wilhelm Reich e Mantak Chia. Assim começou a estudar a sexualidade como uma fonte de energia.

Na década de 80, em parceira com Annie Sprinkle, atriz pornô, prostituta e a primeira pornstar americana a concluir uma tese de doutorado sobre a situação as atrizes pornôs dos EUA, foi também criada a massagem Yoni (vagina). Massagem erótica com base na filosofia tântrica taoísta que mescla reflexologia, respirações e meditação para elevação da energia orgástica

4. O que esperar, ou melhor, o que não esperar de uma sessão?

Eu poderia ser pretensioso e escrever aqui várias coisas que você poderia esperar de uma sessão: Uma viagem as profundezas do seu ser, descobrir a lidar com suas sombras, ter maior consciência do seu corpo e do seu prazer ou até orgasmos incríveis. Mas a verdade é que você não deve esperar nada disso.

Agora você deve estar aí decepcionada(a) pensando “Como assim não devo esperar nada?”

Calma aí jovem!

Esperar algo gera expectativas e expectativas geram ansiedade, preocupação e frustração. Você já está careca de saber disso, pois é o que provavelmente você vive todos os dias.

O processo de desenvolvimento corporal e de sexualidade consciente varia de acordo com cada pessoa. Por isso cada sessão é única, individual e personalizada. No meu método de trabalho faço uma avaliação básica online e depois conversamos mais pessoalmente. E é chamada de terapia justamente por seu processo ordenado de práticas e evolução.

Todos temos sombras específicas que devem ser tratadas. Bloqueios mais ou menos antigos e enraizados a serem derretidos. Todos temos nosso tempo e nosso processo que devem ser respeitados.

Um mesmo toque pode trazer ondas de prazer a uma pessoa e memórias dolorosas não resolvidas em outra. Uma pessoa pode sair com pontos resolvidos ou certezas do que precisa trabalhar e outra com ainda mais dúvidas do que entrou.

O que você pode ter certeza é: você deu um passo essencial para superar seus limites, trabalhar com eles e ter uma vida de mais consciência, empoderamento e prazer.

Como esse desenvolvimento vai se suceder? Juntos vamos construir e descobrir essa jornada.

Mas e agora, o que não esperar de uma sessão?

1. Não existe terapeuta nú ou semi-nú.

Essa é com certeza a pergunta que mais recebo.

“Me sentiria mais confortável se você também estivesse nú.”

“Pelo menos você pode tirar a camiseta?”

“Queria algo mais tântrico. Tantra é sobre conexão de corpos não?”

Etc…etc…etc

Em todo nosso desenvolvimento sexual somos condicionados a atribuir nosso prazer a um terceiro. Quando, em uma roda de amigos, se conversa sobre o que dá mais prazer na cama a resposta mais comum é “Ver meu parceirx tendo prazer.”

A Terapia Tântrica em primeiro lugar trabalha seu corpo, seu prazer e sua energia. O terapeuta é só alguém que está te ajudando a trilhar esse processo e é importante ter consciência que TUDO que você está sentindo a sessão você pode conseguir sozinho(a).

Então não faz sentido que o(a) terapeuta tire a roupa, porque a partir do momento que você transfere o seu prazer para o corpo de alguém toda o tratamento foi por água abaixo. Você está simplesmente repetindo um padrão erótico e está fazendo exatamente o mesmo de quando está assistindo a um filme pornô ou se imaginando com alguém enquanto se masturba. Ou fica admirando o prazer dx parceirx enquanto faz sexo, Você está transferindo suas sensações a um terceirx enquanto elas deveriam ser propriedades suas.

2. A Terapia Tântrica trata sua sexualidade, mas não envolve sexo.

Essa talvez seja a principal confusão das pessoas: Qual a diferença entre sexo e sexualidade? E qual a diferença entre a energia orgástica e o orgasmo como conhecemos?

A Terapia Tântrica trabalha sua sexualidade, e através dela pode sim melhorar sua vida sexual. Porém ela nunca irá ter viés sexual por si só. Também podemos listar isso como um dos motivos de não haver nudez por parte do terapeuta, a partir o momento que você transfere seu prazer a alguém que te atrai fisicamente você está sexualizando a prática terapêutica, voltando seu corpo e mente para padrões de sexualidade tóxicas que devem ser desconstruídos.

Mas voltemos ao significado das palavras sexo e sexualidade:

Sexo significa, além da classificação dos animais de acordo com suas genitálias, o ato do coito sexual. Sexo oral, sexo anal, sexo genital são todas modalidades de coito que envolvem duas ou mais pessoas de sexos iguais ou diferentes.

Já sexualidade tem um conceito muito mais complexo. Ela envolve um conjunto de reações biológicas, psicológicas e emocionais que, mesmo baseadas no instinto da reprodução, na prática tem funções muito mais amplas.

Por exemplo: Faz parte da sua sexualidade a maneira de como você se comunica com as outras pessoas. Como você se expressa, como você demonstra afeto, como demonstra seu prazer e seu desejo sexual.

Entendeu a diferença?

Quando tratamos sua sexualidade tratamos de VOCÊ como indivíduo. E sua sexualidade influencia diretamente em como você faz SEXO com outras pessoas, ou em outras palavras, como se relaciona sexualmente com elas.

3. Esperar orgasmos do jeito que conhecemos.

Essa questão está diretamente relacionada a visão limitada que temos do sexo. Em uma sessão de Terapia Tântrica você pode experimentar vários tipos de orgasmos.

Alguns você nem categorizaria como um “orgasmo” tamanha diferença de sensações com o que você conhece como uma boa “gozada”.

Ou você também pode não ter nenhum. E está tudo bem.

Como falamos a capacidade orgástica está intimamente ligada a suas couraças e sombras e como elas podem ser tratadas. Mesmo com a massagem genital podem demorar algumas sessões para seu corpo se desenvolver, lidar com seus bloqueios e ficar mais sensível.

O fato é que: Com um terapeuta que realmente esteja direcionando corretamente sua energia você dificilmente terá um orgasmo como os que você conhece. Mas sim irá, aos poucos, experimentar todo o potencial do seu corpo e ressignificar seu conceito do que seria um “orgasmo”. Talvez ampliando ele para todas as esferas da sua vida e não somente a sexual.

Tem mais perguntas sobre a terapia? Visite a sessão de Perguntas Frequentes do site. E caso tenha qualquer outra dúvida pode me escrever.:)

Ok. Depois de toda essa explicação quais benefícios posso esperar das sessões?

Bom….ter consciência de você mesma(o), do seu prazer e do seu corpo é algo que não tem preço.

Quando você se empodera da suas emoções e do seu prazer você fica mais confiante e mais independente. Suas relações mudam, sua sexualidade muda, seu prazer aumenta. Você sabe o que quer e começa a comunicar isso de maneira clara e objetiva, você se conecta com sua essência. Problemas de ansiedade, depressão, relações abusivas e disfunções sexuais aos poucos vão ficando no passado. A vida fica mais leve, livre e simples.

Começar a se reconectar com seu corpo e sua essência muitas vezes não é fácil, pois para derreter algumas couraças muitas vezes temos que encarar sombras grande e pesadas.

Mas vela a pena, pois passado o sofrimento conseguimos enxergar a vida por outros ângulos. De forma mais feliz, natural, otimista e prazerosa.

Na maioria das vezes o interagente já percebe diferenças logo na primeira sessão, mas recomendo um pacote de pelo menos 5 atendimentos para um desenvolvimento corporal mais profundo e permanente, com práticas para se fazer em casa e continuar o trabalho sozinho entre sessões.

Você pode conferir outros benefícios nas páginas da sessões individuais e para casais. E para qualquer outra dúvida fique a vontade para enviar um e-mail ou whatsapp.

Espero ter explicado bem o que é a terapia tântrica e como, sob meu ponto de vista, funciona esse incrível método de desenvolvimento corporal. Assim como o Tantra como filosofia milenar, esse tipo de terapia tem várias vertentes. Portanto o método de trabalho de cada terapeuta pode variar drasticamente. Pesquise bem e converse com o terapeuta para garantir que sua sessão seja de um pleno desenvolvimento e foco em suas questões e objetivos.

Namastê.

Deva Okmar Anand (João Molden)
Você merece se empoderar de todo o potencial do seu corpo. Ter mais auto-confiança e estima para enfrentar o dia-a-dia. Jogar todas as repressões e tabus no lixo. Levar suas relações para outros níveis de intimidade e prazer.Você merece ser livre, feliz e realizar todos [...]

Veja o perfil completo

Encontre atividades próximas à você:



Outros artigos interessantes para você

Não é fácil definir o sexo. Quando falamos no assunto, emerge uma gama de infinitas variações sobre o tema, que nunca se esgota. O sexo...
"Sinta o cosmos como uma translúcida presença sempre viva. Se você tomar uma droga do tipo LSD, ou alguma coisa assim, todo o mundo ao seu...
É um longo caminho do sexo ao samadhi. Samadhi é a última meta; sexo é apenas o primeiro passo. E eu quero realçar que as pessoas que se...
O Tantra possibilita que o homem alcance o mais profundo e significativo sentimento de religiosidade que esteja totalmente impregnado de...
Salve, Thiago de novo trazendo reflexões sobre o universo das Práticas de Intimidade Consciente para homens. As antigas escrituras...
Por Deva NishokTantra é um termo amplo, pelo qual antigos estudantes de espiritualidade na Índia designavam um tipo muito especial de...
Algumas vezes, as pessoas que me procuram ficam frustradas quanto ao resultado da Terapia, pois estavam na expectativa de "uma...
Estamos vivendo entre jovens viciados em pornografia, mães solteiras aos 14 anos, casais que não conseguem manter uma relação por muito...
Em Mahamudra todos os pecados são consumidos;em Mahamudra está a libertaçãodos cárceres deste mundo.Esse é o supremo archote do Dharma.Os...
O mundo ao seu redor é um reflexo de seus pensamentos. O mundo à sua volta é apenas o que você acredita que ele seja. Sua percepção está...
Afetividade é a relação de carinho ou cuidado que a pessoa tem consigo mesma ou com alguém que lhe seja íntimo ou querido. É um estado...
Veja todos

Quer receber conteúdo exclusivo no conforto do seu email?