A ferida da Rejeição

A ferida da Rejeição

publicado por

Algumas pessoas não reagem bem quando sofrem uma rejeição. Aliás acho que poucas pessoas lidam bem com a rejeição, mas algumas chegam a reagir com agressão verbal ou física que deixam sequelas na outra pessoa.

Mas é pouco provável que a rejeição tenha sido provocada pela pessoa que não correspondeu às nossas expectativas. Releia a frase anterior. "Nossas expectativas." Tiramos a culpa do outro porque pode ser uma ferida que você sempre vai reviver até ter a consciência do por que ela dói em você. Toda relação tem inicio, meio e fim, mas a ferida da rejeição pode ser de longa data e profunda.

Sempre que tememos uma possível rejeição tendemos a fugir de determinadas situações. Consegue perceber quantas vezes já fugiu de um lugar? De uma pessoa? De uma situação? E o que sentiu minutos antes de fugir? Ou por que a fuga é um recurso que sempre utiliza?

Responder as perguntas é desconfortável porque convida a pessoa a uma investigação interna. E não é todo mundo que vai encarar essa viagem. É preciso se preparar, estar preparados para as respostas e para executar as soluções.

Às vezes no identificamos com alguém que foi rejeitado, tomamos as dores e sem saber podemos estar alimentando expectativas na pessoa e alimentando uma ilusão que vai se desfazer na próxima desilusão. É aqui que talvez você precise de ajuda, pra encarar de frente por que essa dor é tão incomoda.

Existe uma diferença entre sentir a dor da perda e sentir a dor de ser rejeitado. A dor da perda dói porque planejamos sonhos com uma outra pessoa. Os caminhos da vida encarregam de nos levar por outros caminhos e a separação às vezes se desenha de forma inevitável. Já a dor da rejeição nem sempre temos uma relação com a pessoa. Imaginamos um futuro ou imaginamos que a pessoa é a chave da nossa solidão. Quando ouvimos um não deveríamos seguir adiante, mas não conseguimos.

A história da dor da rejeição pode vir antes do nascimento. Uma criança que não sentiu o quanto foi desejada ou amada pelos pais em algum momento do seu desenvolvimento pode vir a reviver constantemente essa ferida. Pode evitar sair em fotografias. Pode evitar ser vista em algumas situações sociais. Como eu disse pode porque é preciso investigar antes de qualquer conclusão precipitada. Também não quero gerar conflitos e culpados. Por que perdoar os pais é um capitulo à parte nessa história. Nessa situação ficar na esfera da culpa só nos levará a repetir o ciclo. O intuito é como quebrar esse ciclo de rejeição?

Quando duvidamos do nosso direito a existência vamos reviver a ferida da rejeição atraindo situações inconscientes que nos deixarão frustrados e reforçar uma ideia de que não merecemos porque somos um nada.

Se a ferida é de longa data. A solução é de longo prazo e inclui experimentar diversas propostas: psicólogos, terapias holisticas, massagens...

A ferida da rejeição percebida como ferida precisa ser tratada até que um dia seja possível olhar pra ela como uma vaga lembrança.

Dizem que pra curar uma ferida é preciso parar de falar com ela. Pode ser, mas pra saber se uma ferida sarou: coloque o dedo e veja se dói.

[ Imagens: Formação em Renascimento, julho, Instituto Metamorfose, 2018 ]

Prem Kajati
O toque só pode ser curativo quando seu corpo é respeitado durante o processo.Terapeuta Tântrica, Corporal Vibracional e Renascedora. Ministra aulas de Hatha Yoga e há 5 anos dedica-se ao estudo teórico e prático das práticas corporais (teatro e yoga). Atua em todas as formas [...]

Veja o perfil completo

Outras reflexões para você

Continuando do último artigo aonde falamos profundamente sobre larvas astrais, vamos buscar elucidar o entendimento vibracional dessa...
Temos um problema aqui. Quando saímos de uma pratica de tantra que envolvem as intervenções físicas e os toques corporais e/ou genitais...
Planta poderosa facilmente encontrada em São Paulo, Minas Gerais e nos estados do centro-oeste. Tem ação antioxidante, anti-inflamatória,...
Salve, Thiago de novo trazendo reflexões sobre o universo das Práticas de Intimidade Consciente para homens. As antigas escrituras...
Bem-vindos ao ano do Sol! Nosso astro regente desse ano nos surpreendeu com alguns acontecimentos que, sinceramente, quem não esperava uma...
A grande maioria do público LGBTQIA+ sofre um tanto mais quando o assunto é sexualidade. Os conflitos internos e as dificuldades nas...
Estamos todos, ou quase todos, em quarentena, num processo de reclusão social e interiorização, ou pelo menos deveríamos estar, certo? E...
Muitas mulheres não sabem o que é vaginismo, só associam a algo relacionado com a vagina por conta da palavra se assemelhar. O vaginismo...
É um prazer gerado na dependência da visualização de conteúdos eróticos, cenas sensuais/casuais e permite diversas imaginações numa...
O Tantra é chamado de caminho da transformação do desejo, tendo como objetivo principal se tornar mais íntegro e completo, e o Sagrado...
Dando sequencia do artigo anterior aonde esgotamos tudo que poderia ser falado sobre larvas astrais bem como suas diversas fontes...
Canalizei o Deusifik-se durante as minhas experiências tantricas. O tantra para mim é a própria experiência, de autoconhecer-se, da...
O contato com o Tantra possibilita uma espécie de sabedoria que não é o saber racional e lógico usual, da forma como o conhecemos. Santo...
O que você diz a si mesmo diariamente, pode ajudá-lo ou prejudicá-lo. As palavras têm poder. Uma palavra específica tem o poder de destruir...
É um crescimento excessivo de células que ocorre na parede do útero. Pequenas bolinhas são formadas, parecidas com custos e se desenvolvem...
A menopausa É um declínio natural nos hormôniosreprodutivos quando a mulher atinge a faixa etária de 40 anos. Os ovários param de produzir...
Ainda na continuidade sobre o que conversamos no encontro passado, muito pode-se conversar sobre o que encontra-se por trás nas entre...
Você já maldisse alguma parte do seu corpo?Já sentiu ódio de algum pedacinho seu?Já fez um mal enorme às suas células desejando que seu...
Todos somos pessoas, e pessoas são livres, no entanto, devido a nossa carga cultural, ancestral e a questões emocionais não trabalhadas,...
Veja todos

Receba novas reflexões por email...